Concurso de jornalismo foca na precarização do trabalho

Jornalistas e estudantes de todo o Brasil podem competir pelo prêmio.

O Movimento de Justiça e Direitos Humanos e a Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Rio Grande do Sul, com o apoio da Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do Rio Grande do Sul (ARFOC-RS) e outros, promovem a 37º edição do Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo.

O objetivo da premiação é estimular o trabalho dos profissionais do jornalismo na denúncia de violações e na vigilância ao respeito aos direitos humanos. O tema deste ano é “extermínio dos empregos – a precarização das relações de trabalho”.

Podem concorrer trabalhos publicados entre 16 de novembro de 2019 e 15 de novembro de 2020 nas categorias: reportagem, fotografia, rádio, televisão, jornalismo online, crônica, documentário, grande reportagem (livro) e acadêmicos. Os vencedores geralmente recebem troféus e diplomas.

As inscrições vão até 20 de novembro.

Infos: https://tinyurl.com/y3e75vue

Concurso internacional premia fotografia de dispositivos móveis

Fotógrafos que usam câmeras de celulares podem enviar suas imagens para um concurso.

O Mobile Photo Awards é um concurso que promove a fotografia e arte com o celular.

O grande vencedor receberá US$3.000. O vencedor do ensaio fotográfico MPA receberá US$500.

Os trabalhos serão julgados pela criatividade, originalidade e destaque ao tema do concurso: a criação de imagens inovadoras, apesar das limitações do meio.

A inscrição custa US$15 para uma imagem, US$30 para três imagens e US$50 para seis. O custo para ensaios fotográficos é de US$29.

As inscrições vão até 14 de dezembro.

Infos: https://tinyurl.com/y4zfx95l