Seu currículo pode funcionar melhor

shutterstock_23308132_crop380wPara fazer seu currículo “funcionar” é essencial que você saiba como organizar as informações e ter certeza de que você não cometerá erros na hora de direcioná-lo para uma oportunidade. Confira algumas práticas que podem desqualificar seu currículo:

 

1 – Se candidatar a qualquer vaga que aparecer

Enviar seu currículo para a maior quantidade de vagas possível não é a alternativa mais correta para o sucesso na busca por uma ocupação profissional. Esteja certo de que você está se candidatando as vagas que realmente se encaixam ao seu perfil profissional.  Não passe para o mercado a ideia de que você está “catando papel na ventania” e está disposto a aceitar o que aparecer pela frente.

 

2 – Informações insuficientes sobre sua experiência profissional
Seja o mais claro e específico possível ao narrar suas experiências de trabalho anteriores. Por isso, não deixe de citar exemplos que mostrem sua qualificação para a vaga.

 

3 – Experiências mal colocadas

Procure descrever as coisas que realizou e que fizeram a diferença nos projetos que participou.

Mostre ao RH que naquele momento as suas realizações fizeram a diferença no projeto e que sua participação foi importante para sua realização. Priorize suas realizações ao invés de suas responsabilidades. As empresas não se importam tanto com as suas responsabilidades,  mas sim com as suas conquistas profissionais. Fale mais em primeira pessoa e afirme mais. Os RHs valorizam mais esse tipo de narrativa e já se torna um diferencial no meio de tantos currículos com o discurso comum e usual de sempre.

 

4 – Falta de um carta de apresentação
Deixar de anexar uma carta de apresentação é um erro para qualquer oportunidade que você está se candidatando. Isso passa a ideia de que você não dedicou alguns minutos para reiterar eu interesse com um simples texto introdutório para o RH.

 

5 – Falta de direcionamento

Seu currículo deve estar direcionado para a vaga pretendente, então lembre-se de que cada vaga é uma vaga. Dependendo da vaga pretendida dê maior enfoque as suas experiências e conhecimentos daquela área. Inclua apenas os cursos e capacitações relacionados ao seu objetivo profissional naquele momento. Informação irrelevante pode ser entendida como perda de foco. Tenha em mente que em seu currículo não está somente um conjunto de informações profissionais a seu respeito.

Há também uma leitura subtextual de quem é você. E a partir disso é estabelecido um perfil pessoal e psicológico de sua pessoa.

 

Confira mais dicas para sua carreira aqui