Cuidado com as promessas de contratações

entrevista-trabalho-curriculo-emprego-1376690910058_615x470Saiba como identificar e evitar cair nos golpes das falsas promessas da garantia de emprego

O recrutamento on-line é atualmente a forma mais rápida e prática de se recrutar candidatos e uma tendência irreversível cada vez mais presente no mercado. Sites de divulgação de vagas e especializados em recrutamento, recebem todo dia milhares de currículos e cadastro de candidatos em busca de (re)colocação profissional. O número de empresas que apostaram nessa nova ferramenta de captação e disponibilizam as vagas em sites com esta finalidade, cresceu vertiginosamente na última década. Do outro lado, os profissionais tiveram um aumento no acesso às ofertas e atualmente fazem da web o principal canal para conseguir uma colocação ou retornar ao mercado de trabalho. No entanto, há nesse meio algumas empresas que atuam de forma ilícita fazendo propagandas enganosas e falsas promessas aos profissionais, agindo de má fé com aqueles que estão desempregados. Empresas picaretas que prometem recolocação profissional e oferecem aquela vaga justamente com o seu perfil, mediante pagamento de um valor, geralmente alto, para quem quer a oportunidade. Normalmente eles justificam a cobrança informando que é o custo para aplicação de testes ou serviços de RH, mas na verdade a vaga, na maioria dos casos, nem existe. Por isso tome cuidado com empresas, agências, consultorias ou headhunters que cobram para que candidatos sejam indicados para uma determinada oportunidade ou lhe passem a certeza que você conseguirá a vaga. As agências, consultorias ou headhunters já são pagas pelas empresas contratantes para realizar os processos de seleção, não justificando qualquer tipo de cobrança do candidato à vaga. Lembrando que existem serviços prestados por algumas dessas empresas onde são lícitos e pertinentes a cobrança, como produção e análise de currículos, treinamentos e orientações sobre como se comportar em uma entrevista, simulação de entrevista, entre outros. São serviços onde não existe a falsa promessa da garantia do emprego e onde não é cobrado do candidato nada para participar de processos seletivos. Por isso é importante separar o certo do ilícito,  para  não entrar em nenhum tipo de golpe.

 

Listamos alguns comportamentos que podem indicar ilicitudes:

1- Contatam o profissional informando da existência de uma vaga maravilhosa, com um salário bem acima do mercado e da sua pretensão salarial.

2-  Informam sobre a vaga ofertada mas não informam o nome do contratante, o endereço, e nem o ramo de atividade. Só falam sobre cargo e salário. No informe sobre a vaga é aceitável, mas num contato mais direto, já recrutando para processos de entrevista, desconfie.

3- Solicitam que o candidato se desloque para entrevista (que tem que ser urgente) em outra cidade/estado, mas não disponibilizam, passagem, motorista, hotel, etc.

4- Marcam a entrevista para o dia seguinte ou no mesmo dia.

5- No primeiro contato informam que a empresa exige que sejam feitos testes psicológicos e estes serão cobrados. Geralmente exigem que você pague já.

6- Se o candidato perguntar se pode pensar, pressionam tentando convencê-lo a qualquer custo.

7- Pressionam o candidato para que este assine um contrato com eles com validade de um ano. Prometem nesse período recolocação em grandes empresas, orientação profissional, treinamento, etc.

8- Pedem para o candidato assinar um contrato no qual ele, em que se admitido, este se compromete a lhes pagar um percentual (geralmente entre 50% ou 80%) dos primeiros salários. Segundo os fundamentos e regras do Direito do Trabalho, a agência não poderá arrecadar quaisquer tipos de taxas, honorários, encargos ou percentuais sobre salários futuros dos trabalhadores.

Dica da COUT:  Quando entrarem em contato com você (geralmente acontece via telefone) para concorrer a uma determinada oportunidade solicite as seguintes informações:

  • O nome completo de quem está ligando
  • O endereço da consultoria/agência
  • Telefone fixo
  • E-mail de quem está telefonando

Com esses dados faça uma pesquisa no Reclame Aqui, Google, Facebook e LinkedIn e veja o que vai encontrar. Procure referências sobre a consultoria/agência. Desta forma você irá minimizar muito a possibilidade de ser enganado por esse tipo de picaretagem.

 

Confira mais dicas para sua carreira aqui