Quem somos

Conheça um pouco sobre a história, a proposta do canal e o que fazemos.

Saiba mais

Cadastre CV

Coloque seu perfil disponível às empresas que utilizam nosso serviço.

Cadastre agora

Cadastre vaga

Divulgue sua vaga gratuitamente e encontre os melhores profissionais.

Cadastre agora

Banco de CV

Base atualizada de currículos de profissionais para seu RH.

Solicite agora

Cases

Conheça a experiência que alguns assinantes tiveram utilizando o serviço

Confira

Newsletter

Assine e receba nossas oportunidades, vagas e informações em seu email.

Cadastre seu contato
________________________________________________________________________________________________________________________________________

Concurso de narrativas interativas

Estudantes, blogueiros, artistas e jornalistas podem apresentar uma narrativa inovadora em inglês.

A Faculdade de Mídia da Universidade Bournemouth convida inscrições ao New Media Writing Prize (NMWP).

O NMWP busca histórias inovadoras e interativas (de ficção ou não-ficção), escritas especificamente para leitura/visualização em um PC ou Mac ou em um dispositivo portátil, como um iPad ou um telefone celular. Pode ser uma história curta, romance, documentário ou um poema com palavras, imagens, filme ou animação que faça interação com o público.

O vencedor do prêmio “if:book” receberá GBP1.000 (US$1.314). O estudante vencedor receberá GBP750 (US$910) da Unicorn Training. Haverá também o Prêmio Gorkana de Jornalismo, no valor de GBP750 (US$607), o prêmio Dot, que inclui GBP500 (US$657) e apoio de desenvolvimento, e o novo prêmio Skylab, que oferece GBP500 ao uso inovador da plataforma Genarrator.

As inscrições vão até 22 de novembro. O prazo para estudantes vai até 13 de dezembro.

Infos: https://tinyurl.com/y5kmec2q

O que é um profissional autônomo?

O que é um profissional autônomo?

O profissional autônomo é um prestador de serviços e, portanto, não possui vínculo empregatício de nenhuma natureza com as empresas que exerce alguma atividade. Os trabalhadores que se encaixam nessa categoria possuem autonomia econômica e profissional. Ou seja, desempenham suas funções sem precisar, necessariamente, seguir regras específicas e modelos das organizações. Porém, da mesma forma que tem a liberdade de realizar o trabalho, é importante que tenha ciência da responsabilidade de assumir todos os riscos.

De acordo com o IBGE, até 2018, existiam cerca de 23 milhões de profissionais autônomos no Brasil, um número 2,8% maior que no ano anterior. As possíveis razões para esse aumento são: a formalização e desburocratização desse tipo de trabalhador, que aconteceu com a criação do MEI (Microempreendedor Individual) em 2008; e a procura por uma maior qualidade de vida em detrimento da estabilidade do emprego formal. Se somarmos isso a outros fatores, como por exemplo, uma demanda maior por prestadores de serviços, o resultado será um aumento ainda maior para este ano.

Mas, onde posso atuar como autônomo?

Há inúmeras atividades que podem ser exercidas nesta categoria, principalmente, funções que tem como ferramenta principal a internet: redação, design e programação, entre outros. E os setores que mais contratam profissionais autônomos são: serviços de beleza; setor de alimentos; lojas virtuais; blogs e produtos digitais.

Uma vantagem é a possibilidade de atuação em diferentes empresas, captando e atendendo seus clientes, de forma independente, conhecendo vários processos de trabalho.

Administração financeira

A regra básica para ter uma boa administração financeira é não misturar as contas da empresa com a pessoa física. O ideal é ter duas contas correntes, preferencialmente, em instituições financeiras diferentes. Assim é possível fazer uma segregação adequada da conta profissional e pessoal, até porque os rendimentos são distintos.

É extremamente necessário, ter um pró-labore, ou seja, uma retirada mensal da empresa. Este fato precisa ser muito bem definido e discutido com o seu contador. Na maioria das vezes o profissional autônomo realiza saques da conta corrente sem nenhum critério, o que acaba inviabilizando controle das contas correntes. Este procedimento pode negativar a conta da empresa, o que irá dificultar o balanço quando for prestar contas ao leão, ou seja, ajustes da declaração de imposto de Renda Pessoa Física.

É importante estar atento e avaliar todos os pós e contras antes de se tornar o próprio chefe. Para finalizar e ajudar nesta decisão, seguem abaixo vantagens e desvantagens:

Vantagens

  1. Autonomia para realizar as tarefas

O profissional autônomo não necessita prestar contas a um superior ou seguir uma hierarquia, que é exigida em regimes de CLT. Isso significa que esse colaborador poderá seguir sua própria metodologia de trabalho, tendo comprometimento real apenas com os resultados a serem alcançados por seus serviços.

Entretanto, é preciso lembrar que o trabalhador não pode ser indisciplinado, pois seu compromisso principal é fazer com que sua tarefa seja primorosamente executada para conseguir uma experiência única para seus contratantes.

  1. Mobilidade para realizar seu trabalho de onde quiser

Trabalhar como autônomo permite o equilíbrio da vida pessoal e profissional, fazendo com que as duas coexistam de uma maneira orgânica e saudável.

Outra vantagem dessa flexibilidade é em relação ao trânsito. Se o profissional trabalhar em casa, por exemplo, raramente precisará se preocupar com o deslocamento e terá mais tempo para focar na execução do trabalho.

Além disso, terá mais conforto e a possibilidade de organizar sua agenda conforme a demanda de tarefas profissionais e compromissos pessoais, o que pode garantir mais motivação e produtividade.

  1. Flexibilidade de horários

A flexibilidade do profissional autônomo é uma das maiores vantagens desta categoria. Trabalhar por conta própria dificulta a procrastinação típica dos serviços em escritórios com jornada estipulada.

Esse modelo autônomo permite que seja montada uma rotina que combine os afazeres diários e outras atividades, como as obrigações com seus clientes. Além de estabelecer uma importante parceria entre contratante e contratado pautada na confiança, ambos estão focados para o resultado.

  1. Carga tributária menor

Para trabalhadores em regime CLT, os impostos tributados mensalmente podem chegar a até 27,5% de seu salário.

Já nos trabalhos autônomos, o regime de MEI, onde o limite atual de faturamento está R$ 81.000,00 por ano, é paga uma guia (DAS) mensal entre R$ 47,85 e R$ 52,85.

Desvantagens

  1. Instabilidade financeira

É normal que, trabalhando por conta própria, em um mês, o profissional tenha inúmeros clientes e jobs e, no mês seguinte, esta demanda caia e, junto com ela, sua renda também diminua.

Uma boa dica para garantir uma maior estabilidade financeira é contratar um sistema de previdência privada ou um programa de capitalização, como empréstimos em sua conta pessoal com seu gerente. Também é fundamental fazer um planejamento financeiro a curto, médio e longo prazos, para que possa atingir suas metas e tenha uma situação econômica estável.

  1. Ausência de benefícios trabalhistas

Como profissional autônomo, não há direitos que possam assegurar sua renda em caso de doença garantida por lei. Por isso, se está pensando em migrar para o regime de prestação de serviço e quer manter seus direitos como CLT, deve, primeiramente, procurar o INSS e se cadastrar como contribuinte individual. Esse recolhimento é baseado na receita gerada por seus trabalhos e garantem direitos como aposentadoria, auxílio-doença e salário maternidade.

  1. Solidão

Um dos maiores problemas em ser um profissional autônomo é, geralmente, não ter colegas para compartilhar ideias, especialmente se já está acostumado a trabalhar com uma equipe ou se sua função precisa de outras visões para ser bem executada.

Outro obstáculo gerado por essa solidão é a dificuldade que o profissional autônomo possa ter para realizar seu network. Uma alternativa plausível e que tem sido adotada por estes liberais é o coworking. Esses escritórios compartilhados permitem que haja interação e realize contatos com pessoas que possam agregar ideias novas como potencializar futuros clientes.

  1. Sobrecarga de atividades

Muitas vezes, ser profissional autônomo significa ter inúmeras tarefas que podem não ser o foco de sua carreira. São atividades que necessita, de planejamento, agenda com prioridades diárias, bem como manter o relacionamento com os clientes e fazer a divulgação de seus serviços.

Uma dica preciosa aqui é evitar a procrastinação criando um método de trabalho focado na produtividade.

Artigo escrito por: Rubens Dias, executivo de finanças na innovativa Executivos Associados

Jornalistas para cobertura de notícias no Brasil

Jornalistas com três ou mais anos de experiência podem candidatar-se a esta posição virtual.

A Mongabay está precisando de um editor colaborador para expandir sua cobertura de notícias ambientais e de conservação no Brasil.

O editor produzirá notícias e reportagens relevantes para florestas e uso da terra em português e inglês, com foco especial na Amazônia legal, que inclui partes do Cerrado.

Os candidatos devem ter fluência excepcional em inglês e português, conhecimento de questões ambientais e familiaridade com Microsoft Office, WordPress ou similar, Google Drive, mídia social e Asana ou similar.

Candidate-se em https://tinyurl.com/y2ua28x5

Iniciativa de reportagem para Jornalistas experientes

Jornalistas experientes podem se candidatar a uma oportunidade de reportagem paga.

A Mongabay está aceitando projetos para duas iniciativas especiais de reportagem: commodities transfronteiriças e soluções de conservação.

A iniciativa de reportagem sobre commodities transfronteiriças visa descobrir má condutas na interseção do comércio global e degradação ambiental.

O projeto de reportagem sobre soluções de conservação busca exemplos do mundo real que possam ajudar grupos, agências e comunidades de conservação a lidar com os problemas causados pela perda de habitat, sobreexploração, mudança climática, poluição e outras ameaças.

As pautas são aceitas em inglês continuamente até 30 de setembro para matérias sobre commodities e 1º de outubro para as reportagens de soluções ou quando o orçamento for desembolçado.

Infos: https://tinyurl.com/y5fusgnk

The Correspondent busca jornalistas

Jornalistas fluentes em inglês podem se candidatar a estas posições.

The Correspondent, cujo lançamento está previsto para 30 de setembro, está contratando uma equipe de jornalistas para fornecer um jornalismo independente, inclusivo e livre de anúncios.

As vagas disponíveis incluem correspondentes em tempo integral e correspondentes freelancers com base em qualquer lugar do mundo, além de um designer editorial, um editor de conversas e um editor de engajamento baseado em Amsterdã.

The Correspondent é liderado por Rob Wijnberg, que também fundou o De Correspondent, um site de notícias holandês que arrecadou US$1,7 milhão através de crowdfunding.

Candidate-se em https://tinyurl.com/y535tec5

Iniciativa de reportagem paga para Jornalistas

Jornalistas experientes podem concorrer a uma iniciativa de reportagem paga.

A Mongabay está produzindo duas iniciativas especiais de reportagem focadas na situação dos oceanos em todo o mundo, com foco na conservação marinha e na indústria pesqueira.

A iniciativa de reportagem sobre pescas na Indonésia focará na biodiversidade marinha do país, os métodos do seu setor de pesca e sobrepesca.

A iniciativa de reportagem “Sea Change” [mudança na maré ou mudança radical] examinará práticas, políticas e tecnologias inovadoras em conservação marinha e na indústria pesqueira.

As reportagens são pagas por palavra.

Infos: https://tinyurl.com/y6hvr5p2

Comunicação – SP

São Paulo

Empresa: CDI Comunicação

Cargo da vaga: Relações Públicas | Atendimento Agência

Descrição detalhada da vaga:

Profissional júnior com ótimo relacionamento com a mídia, texto impecável, organizado, dinâmico, detalhista, acompanhamento de reuniões e eventos.

Imprescindível inglês fluente

Email para: rh@cdicom.com.br

Data limite para envio de currículos: 31/12/2019

O que devo saber antes de contratar um funcionário home office?

São Paulo, março de 2019 – Menos tempo no trânsito, horários mais flexíveis e uma rotina mais maleável são alguns dos benefícios que o trabalho home office oferece aos colaboradores. Porém é necessária uma avaliação muito criteriosa na hora de contratar. É importante entender que o trabalho remoto exige dedicação e disciplina, tanto ou até mais que o trabalho in loco. Por isso, na hora da contratação, o funcionário e a empresa precisam estar cientes de seus deveres e direitos. Estabelecer regras claras servem para ajudar também na comunicação entre o colaborador e a empresa. De acordo com levantamento da World at Work, de 2017, nos Estados Unidos, 80% das empresas norte-americanas já possuem políticas estruturadas para o home office. Mas o Brasil ainda está engatinhando com a novidade, principalmente, porque ainda há muitas dúvidas referentes aos possíveis processos judiciais. É preciso pensar muito antes de optar por esta modalidade e não somente na redução de custos. É uma questão de estratégia da empresa. Para esclarecer alguns pontos bem interessantes, a advogada e executiva jurídica e compliance da innovativa Executivos Associados, Márcia Makishi, respondeu a algumas perguntas.

1.- Como funcionam as leis trabalhistas para um home office?
Resposta: A lei trabalhista, após a reforma de 2017, passou a regulamentar a prática do “home office” (referido na lei como “teletrabalho”). Mas todas as atividades que serão realizadas pelo colaborador/teletrabalhador deverão estar bem descritas no contrato, bem como o fornecimento de equipamento e infraestrutura para prestação do trabalho remoto, assim como as despesas a serem reembolsadas (internet, energia elétrica, telefonia, entre outros). Neste caso, o controle do trabalho é acertado por atividades realizadas e não há controle de jornada, e consequentemente, não há horas extras.

2.- A empresa deve estabelecer um horário fixo para contato com o colaborador?
Resposta: De acordo com o artigo 62 da CLT, os trabalhadores remotos (home office) não estão sujeitos ao controle da jornada de oito horas diárias e 44 horas semanais, mas não há impedimento para que o contrato preveja formas alternativas de controle, tais como um horário estipulado para contato entre empregado e empresa. De qualquer forma, é necessário que o modo deste controle de trabalho esteja bem descrito no contrato, seja por atividades ou por jornada de trabalho, para que não haja problema futuro.

3.- Existe um limite de demanda de trabalho para quem trabalha em casa?
Resposta: No home office, o empregado tem total liberdade para determinar sua jornada. Mas o empregador pode medir a produtividade através de metas e resultados. Assim o trabalho terá mais efetividade. De qualquer forma, é importante que a empresa tenha cuidado quanto ao volume de atividades e as metas de produtividade exigidas, pois, mesmo não havendo controle de jornada, as atividades e meta devem ser compatíveis com o exercício da função contratada em uma jornada adequada.

4.- Vamos supor que o contrato de home office foi acertado para o período de um ano. Se a empresa quiser mudar a modalidade, ou seja, ao invés de home office optar pelo presencial antes de vencer o contrato, ela pode?
Resposta: Sim, a empresa pode realizar esta mudança desde que comunique o colaborador com 15 dias de antecedência, para que possa fazer suas adaptações. Já a mudança do trabalho presencial para o home office requer mútuo acordo entre empresa e empregado. Em ambos os casos, é preciso firmar um aditivo ao contrato de trabalho específico.

5.- Quais os direitos do home office?
Resposta: A lei garante os mesmos direitos que os demais funcionários: férias + 1/3, décimo terceiro salário, aviso prévio, FGTS + 40%, licenças, etc.

6.- Mas o trabalhador em home office pode ser convocado para reuniões, treinamentos e outras atividades que devem ser realizadas na empresa?
Resposta: Pode. A Reforma Trabalhista implementada pela lei 13.467/2017 (Parágrafo único do art.75-B) prevê esta situação. O colaborador pode ser convocado para reuniões e outras atividades na empresa sem descaracterizar o regime de home office. Cada empresa pode determinar a necessidade destas eventuais participações e comparecimentos, formalizando-as em contrato. Por exemplo, a empresa pode estipular que uma vez por semana deverá ter reunião presencial e que haverá treinamento uma vez por mês.

7.- A empresa se responsabiliza por todos os atos referentes à Medicina e Segurança no Trabalho mesmo trabalhando em regime home office?

Resposta: A lei deixa claro (art. 75-E) que a empresa deve instruir todos os colaboradores em regime de home office sobre as normas de segurança e precauções para evitar doenças ocupacionais e acidentes de trabalho. Os empregados devem assinar um termo de responsabilidade se comprometendo a cumprir as instruções do empregador.

8.- Como evitar futuros processos judiciais com esta modalidade home office?
Resposta: A melhor forma de evitar ou minimizar potenciais riscos é ter regras claras devidamente estabelecidas em contrato. Assim, evita-se o surgimento de dúvidas quanto aos direitos e deveres de ambas as partes, empresa e trabalhador, bem como das atividades a serem realizadas e as formas de controle/medição de produtividade.

Projetos editoriais de jornalismo investigativo

Jornalistas investigativos com cinco anos de experiência podem se candidatar a uma posição remota.

A Mongabay precisa de um editor de investigações. Ele ou ela pode ser baseado em qualquer lugar do mundo.

O jornalista sistematizará as atividades de jornalismo investigativo da Mongabay em todos os projetos editoriais, facilitará a colaboração em investigações internacionais e fortalecerá a capacidade da equipe e dos colaboradores da Mongabay para produzir reportagens investigativas de impacto.

Os candidatos devem ter fluência excepcional em inglês; conhecimento e familiaridade com temas de conservação e ambientais; experiência em um projeto colaborativo de jornalismo investigativo transfronteiriço; habilidades multimídia e familiaridade com o Microsoft Office, WordPress (ou similar), Google Drive, mídias sociais (Twitter/Facebook) e Asana (ou sistema similar de gerenciamento de projetos).

Candidate-se já: https://mongabay.org/?p=5398805

Caso de sucesso

“Assinei o Blog do Cout porque entendi a importância de receber no e-mail pessoal as informações da vaga junto com o e-mail do selecionador. Em uma época em que concorremos com 500 pessoas por vaga, enviar um currículo por e-mail te traz destaque! Consegui a vaga que eu queria! Dez a zero na concorrência.”

Jônatas dos Santos – SP

“O site é uma ferramenta bem efetiva para quem busca profissionais de Comunicação e presta um grande serviço tanto para os profissionais quanto para as empresas”

Patricia Buarque e Denise Delalamo

“Eu consegui um emprego por meio do site. Muito bom! Eu tinha cadastro em outros sites, mas nunca virava nada. O site realmente foi bom”

Daniel Costa

“recebemos um número grande de CVs e muito deles aproveitados para processos ou para banco de cvs”

Flavia Venancio

“Achei o serviço do site excelente. As vagas são bem específicas e a qualidades delas foram além das minhas expectativas. Em menos de uma semana de assinatura consegui a minha primeira entrevista, onde fui contratada”

Verônica Schneider

“A divulgação foi excelente tivemos um bom resultado, várias pessoas enviaram curriculo e fizemos várias entrevistas. Para resumir, o nosso objetivo foi alcançado, o site é de grande importância. Parabéns.”

André Rocha

“Gostaria de agradecer pelas vagas sob medida. Consegui uma nova oportunidade e inicio amanhã. Isso significa que a sua iniciativa é eficaz e capaz de ajudar os profissionais de comunicação a encontrarem melhores colocações no mercado de trabalho”

Annally Lima

“Eu recebi alguns currículos, a maioria interessante, entrevistei algumas pessoas e devo fechar a vaga hoje. Agradeço a ajuda. Entre os três candidatos finais, um veio através do blog. Espero poder contar sempre com a ajuda de vocês para outras oportunidades”

Angie Diniz

“Só tenho a agradecer pelo serviço de vocês. Fui contratada na última semana e estou extremamente feliz com o retorno positivo”

Claudia Mendes

“Gostei muito da prontidão na divulgação das vagas e o retorno foi bastante positivo. Recebi vários currículos em pouco tempo e consegui chamar muitos candidatos para a entrevista.”

Karoline Paiva

“Gostaria de dizer que achei excelente o trabalho realizado! Assinei o site no dia 2/9. No mesmo dia fui chamada para uma entrevista e no dia 3/9 iniciei o novo emprego. Obrigada por divulgar vagas realmente verdadeiras! Parabéns”

Andressa Dantas

“É notável que o site tem tido um número elevado de visitas face a grande quantidade de currículos que recebemos. Para nós, foi ainda mais fácil mensurar, visto que publicamos as vagas somente no site. (…) posso afirmar que é um canal viável tanto para empresas quanto para profissionais que buscam recolocação ou inserção no mercado da comunicação.”

Diego Pudo

“O serviço é muito eficiente, com vagas sempre novas. Através do site encontrei meu novo emprego.”

Luiza Santana Aragão

“Estou muito satisfeita com o serviço prestado por vocês, nos ajudaram a rankear no Google, revertendo em muitos e bons currículos! Muito obrigada e em uma próxima, com certeza pretendo contar com o excelente serviço da Cout!”

Larissa Moutinho

“Consegui um emprego. Achei muito legal o site, de verdade. Vale mais a pena assinar esse serviço que o Catho.”

Bruna Pazini

“Estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos pela divulgação de vaga no site. Conseguimos ótimos currículos e pudemos concluir nosso processo de seleção. Contratamos 2 funcionários por esta ferramenta.”

Silvia Lopes

“Muito bom. Objetivo e qualificado. Me deixou em contato com as melhores agências do mercado.”

Rodrigo Dutra

“Estamos muito satisfeitos com o retorno que tivemos com a divulgação das vagas de jornalista e fotógrafo na Cout. Num curto espaço de tempo, recebemos vários currículos de candidatos bastante capacitados e já estamos fazendo uma pré-seleção dos profissionais. Agradecemos à equipe do site por ter publicado as oportunidades de emprego da Partnersnet e esperamos poder contar com vocês novamente em outras ocasiões!”

Daniela Nunes

“Segui as dicas de aprimoramento de currículo e tive bons feedbacks de empregadores. Em quatro meses de assinatura conquistei uma ótima oportunidade de trabalho. Vale ressaltar ainda que o valor pago no serviço é bem menor que o valor cobrado em vários serviços de busca de empregos. Além disso trata-se de um meio focado em Comunicação. No momento deixo o site e pretendo me dedicar ao novo emprego e, futuramente, se pensar em mudar de trabalho certamente voltarei ao blog.”

Elton Amorim

“A divulgação no site teve bom resultado, recebi bons currículos através da divulgação na Cout, muitos deles exatamente dentro do perfil que eu desejava. Inclusive, já até fechei a vaga com uma das candidatas”

Tatiana Cioni

“O trabalho de vocês é muito bom, fiz algumas entrevistas por meio de vocês e desejo muito sucesso!”

Amanda Camargo

“A divulgação de vocês foi excelente, muitos candidatos disseram ter visto a vaga no site. Já selecionamos o novo editor e, portanto, já podem tirar o anúncio. Pretendo divulgar novos processos no site!”

Igor Camargo

“Um dos melhores serviços que já utilizei, rápido, fácil e ótimo retorno!”

Marco Rangel

“O site auxiliou muito a RZT Comunicação no processo de recrutamento de profissionais e estagiários. Através dele, recebemos diversos currículos, com vários perfis de candidatos.”

Almir Rizzatto

“Achei ótimo! Consegui um recolocação rapidamente! Indico para todos os colegas.”

Claudia Regina dos Santos

“Gostaria de agradecer pela oportunidade e te dar o feedback, que a qualificação dos candidatos é muito boa e a quantidade de CV recebidos foi maior do que esperávamos, ainda estamos selecionando para a próxima fase. Espero que seja o início de uma parceria de sucesso.”

Valquíria Farias

“Organizado, atualizado e de fácil utilização. Diversidade de vagas muito boa.”

Natalia Guerra

“Sempre muito eficiente, a Cout auxilia as agências na busca por profissionais de comunicação. É uma ferramenta importante para as empresas e para os profissionais da área.”

Ana Paula Soares

“Gostaria apenas de compartilhar que consegui um novo trabalho por meio do seu site, uma vaga que provavelmente eu não teria acesso, já que não seguia a empresa nas mídias sociais e ela não tem força na marca, ainda que seja uma ótima empresa. Desejo que o site cresça cada vez mais e tenha muito sucesso. Obrigada!”

Carolina Simões

“O site foi muito eficiente e rendeu candidatos qualificados para a vaga. Conseguimos contratar um profissional e estamos muito satisfeitos”

Joyce Pais

“Achei o serviço bastante direto e com vagas interessantes. Indico a Cout para todos meus contatos e amigos da área de comunicação.”

Lucilene Brito

“O resultado é bem positivo, recebemos bons candidatos. E já contratamos profissionais através da Cout”

Hosana Pinheiro

“A Cout, com sua ampla oferta diária de vagas por um custo pequeno, é uma grande ferramenta para profissionais de comunicação obterem emprego. Já consegui duas vezes recolocação no mercado de trabalho jornalístico por meio de seu boletim, sendo a última nesta semana, e com uma proposta de cargo que não imaginava possível atualmente!”

Mauricio Kanno

________________________________________________________________________________________________________________________________________

Alguns anunciantes de vagas