Pulitzer oferece subsídios para Jornalistas

Jornalistas de todo o mundo podem solicitar uma bolsa de jornalismo de dados.

O Pulitzer Center on Crisis Reporting aceita propostas de projetos projetos inovadores de jornalismo orientado a dados que destacam questões pouco cobertas.

O programa está particularmente interessado em propostas que fazem uso de técnicas avançadas de mineração de dados, como aprendizado de máquina, processamento de linguagem natural, bem como análise de dados espaciais, imagens de satélite, drones e sensores.

Três a cinco propostas serão selecionadas para receber um apoio financeiro.

As inscrições serão analisadas por ordem de chegada.

Infos: https://tinyurl.com/y99bwq9w

Biblioteca Pública de Nova York oferece bolsa

Jornalistas, escritores e outros que trabalham em um projeto de livro podem se inscrever para esta bolsa de pesquisa em Nova York.

O Centro Cullman da Biblioteca Pública de Nova York selecionará 15 bolsistas para um período de nove meses na biblioteca, de setembro a maio.

Os bolsistas trabalharão em seus próprios projetos e se envolverão em uma troca contínua de ideias no Centro e em fóruns públicos da biblioteca.

A bolsa oferece até US$75.000, um escritório, um computador e acesso total aos recursos da biblioteca para cada bolsista.

Candidatos internacionais fluentes em inglês e artistas visuais trabalhando em um projeto de livro também podem concorrer.

As inscrições vão até 25 de setembro.

Infos: https://tinyurl.com/ycv6o7gx

Bolsa leva jornalistas a redações nos Estados Unidos

Jornalistas de países em desenvolvimento podem se inscrever em um programa anual que leva jornalistas para redações americanas.

As Bolsas Alfred Friendly Press visam proporcionar aos participantes experiência em reportagem, redação e edição que irá melhorar seu desempenho profissional; transferir conhecimentos adquiridos durante o programa para os colegas em casa; e promover os laços entre jornalistas nos Estados Unidos e em outros países.

O próximo programa vai começar em meados de março e termina no início de setembro de 2021. A bolsa começa com uma orientação de duas semanas na Faculdade de Jornalismo da Universidade do Missouri. Em seguida, os participantes passam o restante da temporada em redações líderes nos Estados Unidos.

Os bolsistas recebem viagem, seguro de saúde e despesas básicas.

Os candidatos devem ter pelo menos três anos de experiência profissional, emprego em tempo integral como jornalista, ter entre 25 e 35 anos de idade e um bom nível de inglês falado e escrito.

As inscrições vão até 31 de agosto.

Infos: https://tinyurl.com/ycrt5wvo

Bolsa de mestrado no Brasil

Rio de Janeiro

Fundação Konrad Adenauer Brasil

Atenção a todas e todos que querem concorrer a uma bolsa de mestrado da KAS no Brasil!

Em consideração às dificuldades eventuais pela situação com a pandemia, decidimos ampliar o prazo de inscrição até 21 de junho de 2020!

Os documentos a enviar para a inscrição são o formulário (preenchido em inglês), CV/Lattes, carta de motivação, carta de recomendação de professor/a, diploma de graduação, comprovante de matrícula no mestrado e o pré-projeto da sua pesquisa.

A presente bolsa da KAS Brasil para estudos no Brasil tem como objetivos:

– Fortalecer o conhecimento nas áreas temáticas de interesse da KAS no País;

– Fomentar a formação de jovens que possam contribuir significativamente para a pesquisa científica no Brasil;

– Contribuir para o fortalecimento da cooperação acadêmica de qualidade entre o Brasil e a Alemanha;

– Apoiar a formação de futuras lideranças acadêmicas e/ou profissionais no Brasil;

Confira o edital e o formulário de candidatura (shorturl.at/DQZ58) para maiores informações e aplicação à bolsa!

Não perca a chance e venha fazer parte de uma rede de especialistas brasileiros da KAS!

Informe-se e inscreva-se escrevendo a  adenauer-brasil@kas.de

Bolsa de trabalho para Jornalistas

Jornalistas que estão interessados em feminismo e justiça social podem se inscrever para uma bolsa virtual de três meses.

Bitch Media, uma organização de mídia feminista sem fins lucrativos, lançou um programa de bolsas.

O programa consiste em bolsas de redação intensiva, cujo objetivo é desenvolver, apoiar e amplificar vozes emergentes diversas na mídia feminista, ativista e cultura pop.

Áreas possíveis incluem políticas sexuais, criticismo da cultura pop, tecnologia e feminismo global. Os participantes selecionados devem produzir um mínimo de seis artigos online em sua área de tópico, além de pelo menos um artigo longo para a revista Bitch: Feminist Response to Pop Culture.

Os bolsistas receberão US$2.000 pela duração total do programa. Não é necessário cidadania americana ou ser residente nos Estados Unidos.

As inscrições vão até 30 de junho.

Infos: https://tinyurl.com/yas8gw6s

Bolsas disponíveis para estudos de mídia na Alemanha

Jovens profissionais de países em desenvolvimento podem solicitar uma bolsa para estudar na Alemanha.

O Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD, em alemão) apoia estudos de pós-graduação e treinamento em uma variedade de assuntos, incluindo estudos de mídia.

As instituições que oferecem estudos de mídia incluem a Universidade Leipzig, Universidade Bauhaus Weimar e Universidade de Ciências Aplicadas de Colônia.

Os candidatos devem ter completado seu diploma universitário nos últimos seis anos e ter pelo menos dois anos de experiência profissional relacionada.

O prazo varia por universidade.

Infos: https://tinyurl.com/yd7qdlpn

Projeto aceita propostas de pautas de Jornalistas ambientais

Jornalistas ambientais podem se inscrever para esta oportunidade paga.

O Oxygen Project está selecionando propostas para histórias sobre a mineração no fundo do mar, uma questão oceânica emergente.

As propostas possíveis incluem notícias convencionais, matérias profundas, reportagens investigativas, perfis, estudos de caso ou artigos de opinião.

Os artigos devem ter entre 800 e 2.000 palavras e incluir declarações de pelo menos duas ou três fontes originais.

As inscrições serão aceitas em inglês ou espanhol.

As pautas serão consideradas continuamente até 1º de dezembro ou até o orçamento terminar.

Infos: https://tinyurl.com/ya2t85wa

Artistas contra #Infodemia convida projetos

Jornalistas visuais podem enviar trabalhos sobre as principais mensagens de saúde pública em resposta à pandemia de COVID-19.

O CatchLight, Dysturb e The Everyday Projectss estão aceitando produções de arte visual e storytelling como parte da iniciativa Artists Against an #Infodemic [Artistas contra uma #Infodemia].

A colaboração visa melhorar a comunicação pública e a divulgação de notícias em torno da COVID-19, principalmente em comunidades menos favorecidas.

As inscrições serão aceitas em inglês, espanhol e francês. Os criadores dos visuais selecionados receberão US$500 e seu trabalho será apresentado na campanha global da iniciativa.

As inscrições serão analisadas continuamente.

Infos: https://tinyurl.com/y9moe34k

Bolsa de jornalismo  em Universidade americana

Jornalistas com pelo menos cinco anos de experiência podem se candidatar a um programa de três meses em Nova York.

O McGraw Center for Business Journalism na Faculdade de Pós-Graduação de Jornalismo da City University de Nova York organiza um programa de bolsas para apoiar a cobertura detalhada sobre negócios e economia global.

A bolsa oferece suporte editorial e financeiro para jornalistas que precisam de tempo e recursos para se dedicarem a matérias complexas e demoradas.

O programa aceita candidaturas para reportagens de texto, vídeo e áudio. Os bolsistas receberão US$5.000 por mês, durante três meses.

Jornalistas independentes, bem como repórteres e editores que trabalham em organizações de notícias, podem se inscrever. Jornalistas internacionais também são elegíveis desde que a reportagem seja concluída em inglês e direcionada a um veículo de comunicação americano.

As inscrições vão até 10 de julho.

Infos: https://tinyurl.com/y6cy5ufx

Fundo convida pautas sobre COVID-19

Jornalistas que querem cobrir o pandemia de coronavírus em suas comunidades podem concorrer a este fundo.

A National Geographic lançou o Fundo de Emergência COVID-19 para Jornalistas.

O fundo varia de US$1.000 a US$8.000 para cobertura local da preparação, resposta e impacto da pandemia global de coronavírus.

As propostas devem enfatizar a entrega de notícias a populações carentes, principalmente quando há escassez de informações baseadas em evidências para aqueles que mais precisam. Há um interesse grande em modelos de distribuição local e até hiper-local.

As inscrições serão analisadas de forma contínua. Todos os materiais devem estar em inglês.

Infos: https://tinyurl.com/tye2nl4

Subsídio para reportagem sobre coronavírus

Jornalistas podem enviar propostas  de abordagens inovadoras para reportar sobre a crise do novo coronavírus.

O Centro Pulitzer lançou o Desafio de Colaboração Jornalística sobre Coronavírus.

As propostas devem envolver um esforço estratégico e orquestrado de vários jornalistas e/ou redações para realizaer um projeto de reportagem conjunto, aproveitando os recursos, experiência e plataformas de publicação.

A iniciativa de reportagem está especialmente interessada em propostas que se concentrem em questões sistêmicas e pouco reportadas subjacentes à crise do coronavírus, usem abordagens orientadas por dados e/ou interdisciplinares para reportagem sobre o coronavírus e promovem a prestação e contas dos poderosos.

Os beneficiários receberão entre US$5.000 e US$30.000.

As inscrições estão abertas e serão consideradas por ordem de chegada.

Infos: https://tinyurl.com/s89cppj

Bolsa para Jornalistas produzirem matéria sobre crises

Elegibilidade: as bolsas de Persephone Miel estão abertas a todos os jornalistas, escritores, fotógrafos, produtores de rádio ou cineastas, jornalistas de pessoal, freelancers e profissionais de mídia fora dos EUA que estão buscando relatórios de seu país de origem. As mulheres jornalistas e jornalistas de países em desenvolvimento são fortemente encorajados a candidatar-se. Os candidatos devem ser proficientes em inglês.

O Centro Pulitzer sobre Relatórios de Crise fornecerá uma concessão de viagem de US $ 5000 para um projeto de relatório sobre temas e regiões de importância global, com ênfase em questões que não foram relatadas ou subestimadas na mídia convencional.

Infos: https://goo.gl/GGc4PC

Fundo para Jornalistas independentes e documentaristas

Jornalistas independentes e documentaristas que focam em violações dos direitos humanos podem solicitar apoio financeiro.

O Forum Freelance Fund oferece a Bolsa Portenier de Direitos Humanos, patrocinada pela cineasta Giselle Portenier. Os candidatos devem demonstrar um claro interesse ou histórico em lançar luz sobre os abusos dos direitos humanos e planejar uma próxima tarefa ou projeto com um foco em direitos humanos.

O prêmio está aberto a freelancers em todo o mundo, experientes ou iniciantes. O vencedor receberá até CAD3.000 (US$2.335) para treinamento de segurança em ambientes perigosos do AKE, Columbia Journalism School, Centurion, 1st Options Security, Global Journalist Security, Pilgrims Group, Remote Trauma, Tundra Group ou TYR Solutions.

Mais informações: http://bit.ly/1XkF70q

Programa de comunicação busca mentores e redatores

Jornalistas ambientais iniciantes e experientes podem participar deste programa.

Ensia, uma revista sem fins lucrativos que se concentra nos desafios ambientais e soluções para um público global, está aceitando candidatos para o Programa Ensia de Mentoria.

O programa oferece a jornalistas a oportunidade de criar um artigo, vídeo, galeria de imagens, infografia ou outro trabalho sob a orientação de um comunicador experiente sobre um tema de sua escolha para a Ensia.

A matéria original deve estar em inglês, mas a Ensia aceita artigos publicados em outros idiomas se o jornalista quiser traduzi-lo.

Redatores e mentores recebem US$600 e US$400, respectivamente, por artigo.

As inscrições são aceitas de forma contínua.

Mais informações: https://goo.gl/3YJbv6

Fundo para pautas de reportagem

Jornalistas experientes estão convidados a enviar pautas de reportagem em inglês.

O Projeto de Reportagem Especial da Mongabay está interessado em tecnologia de conservação.

A organização busca artigos que promovam uma melhor compreensão de como e onde a tecnologia está sendo usada para facilitar a pesquisa e a conservação da natureza.

As matérias devem ter de 800 a 1.800 palavras. Possíveis tópicos incluem usos de inteligência artificial/aprendizado de máquina que podem ser aplicados a projetos de pesquisa e conservação, sensores de coleta de dados, como câmeras, tags de rastreamento e dispositivos de monitoramento acústico.

O Mongabay negociará todas as taxas e contratos por matéria. Também oferecerá pequenos fundos para ajudar a custear viagens locais/regionais.

Não há prazo limite para envio de pautas.

Para mais informações: https://mongabay.org/?p=4972324

Fundo para Jornalistas documentaristas

Jornalistas documentaristas podem se inscrever para uma bolsa que varia de GBP5.000 a GBP50.000 (US$$6.236 a US$62,366).

O Bertha BRITDOC Fund for Journalism  é um fundo internacional de cinema dedicado a apoiar documentários de formato longo de natureza jornalística.

O fundo busca filmes que desvendam histórias, expõem injustiças e chamam a atenção para questões pouco reportadas e em regiões inéditas. Devido à natureza de investigação dos filmes, o fundo busca cineastas com experiência jornalística.

O fundo apóia pesquisa e desenvolvimento em profundidade, financiamento de produção de investigações longitudinais, suporte editorial de estrutura de documentário em formato longo, treinamento em ambientes hostis, transporte de emergência e aconselhamento jurídico.

O apoio é concedido continuamente ao longo do ano.

Para mais informações: https://goo.gl/fjPnHc