Concurso homenageia mulher jornalista

Mulheres jornalistas em todo o mundo podem ser nomeadas a um prêmio.

A organização International Women’s Media Foundation (IWMF) busca nomeações para o Prêmio Coragem em Jornalismo e o Prêmio Obra de Vida.

Os prêmios homenageiam mulheres que demonstraram extraordinária força de caráter no jornalismo em circunstâncias difíceis ou perigosas.

Três vencedores receberão prêmios em dinheiro, que ainda não foram determinados, e viajarão para os Estados Unidos para participar da cerimônia de premiação.

Autonomeações não serão aceitas.

As inscrições vão até 1° de março.

Infos: https://tinyurl.com/r7xwumo

Curso gratuito para jornalistas em São Paulo

Jornalistas interessados em aprender mais sobre reportagem financeira e de negócios podem se inscrever para este curso gratuito em São Paulo.

A Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) oferece o curso de extensão Agenda Brasil, destinado a jornalistas formados. O curso será realizado às terças-feiras, das 9:30 às 12:30 horas, entre 10 de março e 9 de junho.

Através de palestras e debates com professores de economia e administração da FAAP, o curso vai examinar temas que fazem parte da agenda e da cobertura diária da imprensa.

As inscrições vão até 27 de fevereiro.

Infos: https://tinyurl.com/t6m5hjc

Bolsa para mulheres jornalistas em Boston

Jornalistas em todo o mundo que se concentram em direitos humanos e justiça social podem se inscrever para uma bolsa de treinamento de sete meses.

Oferecida pela International Women’s Media Foundation, a bolsa Elizabeth Neuffer leva o nome da vencedora do prêmio Coragem em Jornalismo 1998 da IWMF e correspondente do Boston Globe que foi morta no Iraque em maio de 2003.

A jornalista selecionada passará um ano letivo em um programa adaptado com acesso a universidades da região de Boston, bem como nas redações do Boston Globe e o New York Times.

As candidatas devem ter pelo menos três anos de experiência, excelente conhecimento de inglês, ser dedicadas a uma carreira no jornalismo impresso, rádio/TV ou mídia online e mostrar um forte compromisso em compartilhar conhecimentos e técnicas com seus colegas depois da conclusão da bolsa. A bolsa cobre um estipêndio, passagem aérea e alojamento.

As inscrições vão até 27 de fevereiro.

Infos: https://tinyurl.com/u7o2lyp

Reuters oferece curso gratuito em São Paulo

A Fundação Thomson Reuters abriu inscrições para o curso gratuito “Como cobrir tráfico humano e escravidão moderna”. O treinamento será realizado em São Paulo, de 15 a 19 de junho. Em sua segunda edição, o evento oferecerá aos jornalistas selecionados formações com especialistas e atividades práticas voltadas para a investigação da escravidão moderna. As inscrições estão abertas até 13 abril.

Jornalistas em regime de trabalho integral e freelancers com pelo menos três anos de experiência profissional são encorajados a se inscrever. Todos os custos de deslocamento, estada e alimentação para profissionais de outros estados serão cobertos pela organização do curso.

Infos: https://tinyurl.com/r2p9abq

Prêmio Nacional de Jornalismo Chico Mendes

Jornalistas e estudantes de todo o Brasil podem competir por este prêmio.

A Secretaria Municipal das Culturas (SMC) e Fundação de Arte de Niterói (FAN) da Prefeitura de Niterói, em parceria com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, organizam o Prêmio Nacional de Jornalismo Ambiental Chico Mendes.

O prêmio visa reconhecer e valorizar matérias jornalísticas que possam contribuir com o debate sobre o meio ambiente e sustentabilidade no Brasil.

As reportagens devem ter sido veiculadas entre 1º de janeiro de 2017 até 10 de fevereiro de 2020.

As categorias são jornalismo impresso (jornal); jornalismo impresso (revista); telejornalismo; radiojornalismo; webjornalismo; fotojornalismo; jornalismo universitário; e jornalismo Niterói.

Os vencedores de cada categoria receberão R$5.000, com exceção da categoria jornalismo universitário, cujo prêmio é R$1.500.

As inscrições foram prorrogados até 9 de março.

Infos: https://tinyurl.com/vxot55g

Bolsa de reportagem sobre migração e refugiados

Cinegrafistas, fotógrafos, escritores, repórteres de áudio e jornalistas de dados podem solicitar uma bolsa para informar sobre a migração global e o reassentamento.

O Projeto GroundTruth, com o apoio da Fundação MacArthur e da Fundação Henry Luce, criou a Bolsa Global de Migração, Refugiados e Reportagens de Reassentamento.

O programa selecionará uma equipe de bolsistas trabalhando nas principais regiões mundiais, contando histórias multimídia sobre a migração, impulsionadas pelas mudanças climáticas, instabilidade econômica e social, guerra e fome.

Os candidatos devem enviar propostas de matérias que examinem como a crise migratória global está se desenrolando no nível local e histórias orientadas para soluções que exploram as diferentes abordagens e desafios para o reassentamento permanente de refugiados.

Os bolsistas receberão US$10.000. Jornalistas migrantes ou refugiados são particularmente incentivados a se candidatar.

As inscrições vão até 2 de março.

Infos: https://tinyurl.com/st34fr4

Curso de como mensurar e monetizar audiência de jornalismo

Profissionais da área de comunicação podem concorrer a uma bolsa parcial para este curso de curta duração.

O Insper oferece o curso “Jornalismo digital: como mensurar e monetizar sua audiência” dias 16 e 17 de abril em São Paulo.

Os participantes vão aprender a definir as métricas corretas para cada modelo de negócio; achar o público apropriado e ter uma relação construtiva com as pessoas que os leem/ouvem/assistem; usar as métricas adequadas, qualitativas e quantitativas, para medir o impacto deste trabalho; e conhecer as mais recentes tecnologias e apresentar alternativas de ferramentas para medir o impacto desejado.

O instrutor é Pedro Burgos, coordenador do Programa Avançado em Comunicação e Jornalismo do Insper e ex-bolsista Knight do ICFJ.

Os pedidos de bolsas serão aceitos até 22 de março.

Infos: https://tinyurl.com/v4ph8l4

Bolsas de reportagem leva jornalistas a México e Colômbia

Mulheres jornalistas com pelo menos três anos de experiência podem se inscrever para uma bolsa de reportagem.

A International Women’s Media Foundation (IWMF) organiza o programa “Adelante” uma iniciativa de reportagem de cinco anos que visa amplificar as vozes das mulheres jornalistas na América Latina e reforçar o seu desenvolvimento profissional, impacto e segurança.

O próximo grupo de bolsistas viajará para Florencia, Colômbia ou Nogales, México, de 16 a 26 de maio. As bolsistas iniciarão sua viagem no dia 11 de maio na Cidade do México, onde concluirão um curso sobre ambiente hostil e treinamento de primeiros socorros (HEFAT). Um grupo passará 10 dias reportando em Nogales, concentrando-se na fronteira EUA-México, enquanto o outro abordará questões pouco reportadas na Colômbia.

A IWMF pagará por despesas relacionadas à bolsa, incluindo viagens, hospedagem, refeições e fixadores/intérpretes, a menos que a organização de notícias da jornalistas selecionada deseje assumir esses custos.

As inscrições vão até 23 de fevereiro.

Infos: https://tinyurl.com/y4dhzq7s

Curso foca em reportagem sobre tráfico humano e escravidão moderna

Jornalistas com pelo menos três anos de experiência podem participar deste treinamento gratuito.

A Fundação Thomson Reuters organiza o curso “Como cobrir tráfico humano e escravidão moderna” de 15 a 19 de junho em São Paulo.

O workshop oferecerá especialização e treinamento prático, com ênfase na produção de matérias de alto impacto para disseminação ampla. Os participantes aprenderão sobre os esforços para estabelecer padrões globais de combate à escravidão moderna, incluindo convenções fundamentais, instrumentos internacionais e mais.

Os candidatos devem ser jornalistas brasileiros empregados em tempo integral ou colaboradores regulares para organizações de mídia no Brasil.

Os jornalistas fora de São Paulo terão suas despesas de viagem e acomodação cobertas.

As inscrições vão até 13 de abril.

Infos: https://tinyurl.com/r2p9abq

Vaga para jornalista na Aeronáutica

Exame de admissão para o Quadro de Oficiais de Apoio (QOAP), Estágio de Adaptação (EAOAP, 17 semanas no Ciaar – Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica, em Belo Horizonte, MG)

Idade: 18 a 32 anos

Remuneração: R$ 8.245,00 (Primeiro-Tenente)

Inscrição: 10 a 27 de fevereiro

Banca: Aeronáutica/Ciaar (fab.mil.br/ciaar)

Taxa de inscrição: R$ 130,00

Data da prova objetiva: 17 de maio

Prova objetiva de conhecimentos especializados e língua portuguesa.

Redação (15 melhores colocados)

Outros exames, selecionados na prova escrita: inspeção de saúde, aptidão psicológica, condicionamento físico etc.

Edital: https://tinyurl.com/tb4kd7q

Curso de jornalismo de dados em Brasília

Jornalistas, cientistas sociais, estudantes e outros interessados em construir narrativas baseadas em dados podem participar deste curso.

A Escola de Dados organiza um curso de introdução ao jornalismo de dados das 17 às 21 horas de 16 a 20 de março no Rio de Janeiro e 30 de março a 3 de abril em Brasília.

O curso “Transformando dados em histórias” abordará as principais técnicas e ferramentas utilizadas no fluxo do trabalho com dados para extrair análises e produzir boas histórias.

As inscrições estão abertas, mas as vagas são limitadas. O custo é de R$450. Membros da Escola de Dados recebem um desconto de 20%.

Infos: https://tinyurl.com/u4as9xt

Pautas e palestrantes para conferência anual

Jornalistas interessados em reportagens investigativas podem participar da programação deste evento.

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) convida sugestões para o 15º Congresso da Abraji, programado para 25 a 27 de junho em São Paulo.

Os interessados podem sugerir um tipo de painel, título e a si mesmos ou outras pessoas como palestrantes ou moderadores.

As inscrições vão até 29 de fevereiro.

Infos: https://tinyurl.com/vcmn3sn

Projetos de jornalismo investigativo

Jornalistas e funcionários de ONGs ou outras instituições que estão investigando em países em desenvolvimento ou emergentes podem enviar uma proposta.

O Prêmio Investigativo do Public Eye está aceitando projetos de investigação sobre as atividades de empresas suíças em países em desenvolvimento.

As investigações ainda não devem ter sido publicadas e devem dar destaque às violações de direitos humanos, crimes ambientais, corrupção ou práticas financeiras ilegítimas.

O valor total a ser alocado é de CHF20.000 (US$20.636),  dividido entre dois projetos.

As inscrições vão até 9 de março.

Infos: https://tinyurl.com/unyps7s

Nações Unidas tem bolsas destinadas a jornalistas

Jornalistas brasileiros de 25 a 35 anos de idade podem se candidatar a bolsa para período de três meses em Nova Iorque cobrindo a Assembleia Geral da ONU. A bolsa é destinada a profissionais de países em desenvolvimento que estejam atuando em veículos de mídia. Prazo é dia 6 de março.

O Fundo Dag Hammarskjöld Fund para Jornalistas da ONU abriu inscrições para profissionais de países em desenvolvimento para o programa de bolsas de 2020. As inscrições podem ser feitas até 6 de março.

As bolsas são destinadas a profissionais com idade entre 25 e 35 anos que atuem em rádio, TV, veículo impresso ou Internet e que tenham interesse em visitar Nova Iorque durante a 75ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas. A bolsa incluirá custos com viagem e acomodação, assim como ajuda de custo diária.

O programa de bolsas é aberto a jornalistas que nasceram em países em desenvolvimento de África, Ásia, América Latina e Caribe e que estejam trabalhando em organizações de mídia. Os(as) candidatos(as) devem demonstrar interesse e comprometimento com assuntos internacionais e ajudar a transmitir uma melhor compreensão sobre as Nações Unidas para seus leitores e audiências. É necessário ter autorização da organização de mídia para que o candidato passe até três meses em Nova Iorque.

Para garantir o rodízio entre os países participantes, o Fundo não aceitará inscrições de candidatos dos países selecionados em 2019: Egito, Nigéria, Trinidad & Tobago e Zimbábue. Inscrições para brasileiros estão abertas neste ano.

A cada ano são selecionados quatro jornalistas. Os profissionais agraciados têm a oportunidade de observar as deliberações diplomáticas internacionais nas Nações Unidas, fazer contatos profissionais, interagir com jornalistas de todo o mundo e ganhar uma perspectiva e compreensão dos assuntos de interesse global. O programa não é destinado a dar treinamento básico aos jornalistas: todos os participantes já são profissionais de mídia.

Todos os critérios para a inscrição e documentos solicitados podem ser localizados no website da Fundação, em https://unjournalismfellowship.org

Perguntas sobre o programa, critérios de inscrição e processo de seleção devem ser enviados para o email fellowship2019@unjournalismfellowship.org

A ONU Brasil não é responsável pela seleção e, portanto, não tem como responder perguntas desse tipo.

Prêmio de coragem da mulher no fotojornalismo

Mulheres fotojornalistas que cobriram em ambientes perigosos podem ser nomeadas para um prêmio.

A  International Women’s Media Foundation (IWMF) está à procura de nomeações para o Prêmio Anja Niedringhaus de Coragem no Fotojornalismo, que faz homenagem à fotógrafa Anja Niedringhaus da Associated Press, morta no Afeganistão em abril de 2014.

O prêmio reconhece mulheres fotojornalistas cujos trabalhos refletem a coragem e dedicação de Anja e que demonstram extraordinária força de caráter, coragem e perseverança na documentação do mundo.

As nomeações devem incluir 12 fotografias que melhor representem o escopo e estilo de trabalho da candidata.

A vencedora receberá US$20.000 e seu trabalho será exibido publicamente.

Autonomeações serão aceitas. As inscrições vão até 23 de fevereiro.

Infos: https://tinyurl.com/y5qv9zsg

Prêmio mundial de reportagens

Jornalistas que cobrem religião podem se inscrever para um prêmio.

O prêmio da Religion Newswriters Association homenageia jornais, revistas, rádio, TV, websites, publicações estudantis e livros que escrevem sobre religião.

A competição consiste em mais de 20 prêmios em seis categorias de mídia e US$10.000 em prêmios. Reportagens de todo o mundo podem se inscritas, mas devem ter sido publicadas ou transmitidas em inglês em 2019.

A taxa de inscrição varia de US$50 a US$120 para não-membros. Quem se torna membro da RNA tem desconto de até US$75.

As inscrições vão até 2 de março, com exceção da categoria estudantil, que vai até 1° de maio.

Infos: https://tinyurl.com/r4zdn8h

Mestrado de jornalismo na China

Jornalistas em todo o mundo que falam inglês podem se candidatar a este programa na China.

A Faculdade de Jornalismo e Comunicação na Universidade Tsinghua oferece um mestrado em jornalismo global de negócios destinado a levar jornalistas de negócios a padrões superiores de reportagem.

O programa de dois anos, uma parceria entre a Tsinghua, o Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ, em inglês) e a Bloomberg News, é conduzido inteiramente em inglês. Metade dos alunos são chineses e a outra metade, internacional. Há um número limitado de bolsas disponíveis.

Ministrado por um corpo docente internacional, o currículo abrange temas essenciais para os jornalistas de negócios, incluindo a mineração de dados e reportagem multimídia de economia.

Um número limitado de bolsas de estudo está disponível para os melhores candidatos. Os interessados em se candidatar a uma bolsa de estudos são incentivados a se inscrever logo.

As inscrições vão até 1° março.

Infos: https://tinyurl.com/vodp9nh

Concurso com vaga para Comunicadores  em SP

Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo – CAU/SP

Vaga para analista de comunicação (Capital)

Remuneração: 5.261,72 (40h)

Inscrições: 29 de janeiro a 6 de março

Banca: Vunesp (vunesp.com.br)

Data da prova: 26 de abril

Edital: https://tinyurl.com/u8ozdf2

Prêmio brasileiro para jornalistas de ciência e tecnologia

Jornalistas que se destacam na difusão da ciência, tecnologia e inovação podem concorrer ao Prêmio José Reis de Divulgação Científica e Tecnológica.

Oferecido anualmente pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCT), o prêmio destacará este ano um jornalista de ciência e tecnologia.

Os candidatos devem encaminhar no máximo 15 trabalhos considerados importantes e relevantes ao tema.

O vencedor receberá R$20.000 e viajará para a Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) em julho na Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

As inscrições vão até 24 de abril.

Infos: https://tinyurl.com/wkv89gq

Festival internacional convida filmes sobre diversidade cultural

Documentaristas do mundo todo podem enviar seus trabalhos para um festival de cinema em Ierevan, Armênia.

O Yerevan International Film Festival Golden Apricot será realizado de 12 a 19 de julho.

O festival busca por filmes que representem diversos grupos étnicos, religiões e nações.

As exibições incluem competições internacionais de longas e documentários.

Filmes competitivos devem ter sido produzidos a partir de 15 de julho de 2019.

Os vencedores receberão os troféus “Golden Apricot” e “Silver Apricot”.

As inscrições vão até 15 de abril.

Infos: https://tinyurl.com/tegr2ac

Programa de jornalismo nos EUA

Jornalistas com foco em ciência e meio ambiente e pelo menos três anos de experiência podem se candidatar a este programa.

O Programa Logan de Jornalismo de Ciência do Laboratório Biológico Marinho da Universidade de Chicago organiza duas oficinas intensivas para jornalistas interessados em aprender o básico do processo de pesquisa biomédica e ambiental em Woods Hole, Massachusetts.

O programa será realizado de 26 de maio a 5 de junho. O curso de pesquisa biomédica se destina a jornalistas de ciência e saúde, enquanto o curso de pesquisa ambiental é projetado para jornalistas ambientais.

A bolsa cobre as taxas do curso, alojamento, refeições e viagem.

As inscrições vão até 24 de fevereiro.

Infos: https://tinyurl.com/ryh2m72

Curso foca em projetos audiovisuais

Profissionais audiovisuais podem assistir a este curso online gratuito.

A ANCINE, em parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), oferece o curso “Concepção de projetos audiovisuais e fontes de financiamento” através da plataforma Escola Virtual do Governo.

O curso é dividido em três módulos: visão geral do fomento, como estruturar o plano de financiamento do projeto e como apresentar um projeto na ANCINE.

Os participantes vão aprender sobre a concepção de projetos audiovisuais e fontes de financiamento.

A carga horária é de 20 horas. O curso deve ser concluído no prazo de 30 dias.

Infos: https://tinyurl.com/vh9wbph

Bolsa de reportagem na ONU

Jornalistas de países em desenvolvimento entre 25 e 35 anos podem se inscrever para uma bolsa de reportagem nas Nações Unidas.

O programa, patrocinado pelo Dag Hammarskjöld Scholarship Fund for Journalists, dá aos participantes a oportunidade de cobrir temas internacionais durante a 75° sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas em Nova York. Os bolsistas irão fazer contatos profissionais, interagir com jornalistas experientes e ganhar uma perspectiva mais ampla sobre questões globais.

A bolsa está aberta a jornalistas atualmente trabalhando em tempo integral em países em desenvolvimento na África, Ásia, América Latina e Caribe.

Não serão aceitas inscrições de países dos bolsistas de 2020: Egito, Nigéria, Trinidad e Tobago, e Zimbábue. Jornalistas desses países podem concorrer em 2021.

A bolsa cobre viagem, acomodação e estipêndio diário.

As inscrições vão até 6 de março.

Infos: https://tinyurl.com/8lhbu8m

Workshop para Jornalistas sobre crise venezuelana

Jornalistas com pelo menos três anos de experiência no Brasil, Colômbia, Equador, Chile, Peru e Argentina podem se inscrever para este treinamento em espanhol.

A Fundação Gabo e a ACNUR estão organizando o workshop “Refugiados e migrantes: como cobrir o caso venezuelano”, de 13 a 17 de abril em Medellín, Colômbia.

O treinamento oferecerá instrumentos conceituais e princípios éticos para produzir jornalismo de qualidade que não reforce os estigmas associados à migração, que compreenda e explique as causas, dimensões e implicações do êxodo venezuelano e que aplique metodologias e boas práticas que contribuam para o diálogo e interação construtiva entre refugiados, migrantes e sociedades anfitriãs.

Os candidatos selecionados devem pagar uma taxa de US$100 e receberão passagens aéreas, acomodações, alimentação e seguro médico. Além disso, três participantes serão selecionados para o laboratório de novas narrativas sobre refugiados e migrantes venezuelanos, que oferecerá até US$5.000 para produzir uma matéria investigativa sobre o tema.

As inscrições vão até 2 de março.

Infos: https://tinyurl.com/u3gtqy5

Bolsas de estudo na Espanha

Estudantes dos Estados Membros da Organização dos Estados Ibero-Americanos, incluindo Brasil e Portugal, podem solicitar uma bolsa para realizar estudos de pós-graduação na Espanha.

A Fundação Carolina abriu seu programa de bolsas de pós-graduação 2020-2021.

O programa cobre a maior parte da taxa de inscrição, viagem, uma bolsa mensal de EUR750 (US$832) e seguro médico.

Os interessados podem solicitar uma bolsa para estudar uma variedade de mestrados em jornalismo e comunicação.

Os candidatos devem ter uma sólida formação acadêmica ou profissional, conforme demonstrado pelo currículo.

As inscrições vão até 10 de março.

Infos: https://tinyurl.com/wpwu797

Competição de curtas sobre questões da água na crise climática

Qualquer pessoa pode enviar um filme para este concurso.

A Fundação We Are Water busca curtas-metragens para o Festival de Cinema We Art Water.

Os filmes devem aumentar a conscientização sobre o problema da água em todo o mundo. O tema deste ano é a crise climática. Os filmes podem ser em qualquer idioma, mas devem incluir legendas em inglês e ter sido produzidos após 1° de janeiro de 2017.

As categorias são micro-documentário, micro-ficção e micro-animação. Os vencedores receberão EUR3.000 (US$3.334) cada. Há também um prêmio de audiência, que oferece um prêmio de EUR1.000 (US$1.111).

As inscrições vão até 2 de abril em https://tinyurl.com/qmlgbqk

MIS abre inscrições para cursos de fotografia e audiovisual

O Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo, está com inscrições abertas para mais de 15 cursos, com preços a partir de R$ 50, que serão realizados no primeiro semestre de 2020.

Entre as opções oferecidas estão aulas teóricas e práticas, de curta e média duração, sobre cinema, fotografia, história da arte, áudio, vídeo e novas mídias. Para complementar, o museu contará com exposições sobre grandes diretores do cinema mundial, como Federico Fellini e David Lynch.

No site da instituição é possível verificar a lista completa: https://www.mis-sp.org.br/cursos

Concurso de fotos de iPhone

Fotógrafos em todo o mundo podem participar do concurso para ganhar produtos da Apple.

O iPhone Photography Awards (IPPA) é uma competição que reconhece fotografia com iPhone desde 2007.

O fotógrafo do ano receberá um produto Apple a ser anunciado, e vice-campeões de cada uma das 18 categorias receberão barrinhas de ouro. Os três primeiro colocados de cada categoria serão promovidos na galeria online do prêmio.

Todas as imagens devem ser feitas com iPhone ou iPad. As fotos não devem ser alteradas por Photoshop ou qualquer programa de processamento de imagem de desktop, mas o uso de aplicativos de iPhone é permitido.

As taxas de inscrição variam de US$3,50 para uma foto a US$57,50 por 25 fotos. As imagens devem ser enviadas até 31 de março.

Infos: https://tinyurl.com/yeuy68b7