Concurso de jornalismo ambiental

Jornalistas e estudantes de jornalismo no Rio Grande do Sul podem concorrer ao Prêmio José Lutzenberger de Jornalismo Ambiental.

O prêmio busca incentivar a divulgação de experiências positivas especialmente na área do saneamento ambiental, bem como esforços na busca de soluções para o setor.

As categorias são: jornalismo impresso, fotojornalismo, radiojornalismo, telejornalismo, webjornalismo e estudante de comunicação.

Podem concorrer trabalhos divulgados entre 1º de julho de 2016 e 30 de junho de 2017.

Os primeiro e segundo colocados de cada categoria receberão R$5.000 e R$ 2.500, respectivamente e troféu. O vencedor do Prêmio Braskem de Jornalismo Universitário receberá R$1.000.

A realização é da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, Associação Riograndense de Imprensa e Braskem.

As inscrições vão até 31 de agosto.

Para mais informações: https://goo.gl/uEFRM9

Concurso de Jornalismo

Jornalistas com trabalhos publicados na América Latina podem participar do concurso.

O Concurso de Jornalismo em Segurança da Informação, organizado pela empresa de software ESET, premiará trabalhos sobre temáticas da segurança da informação.

Os interessados ​​em participar podem se inscrever nas categorias: gráfica (matérias publicadas em jornais e revistas impressos), digital (artigos publicados em veículos online, como portais, blogs, entre outros) e multimídia (matérias de rádio e TV).

As reportagens devem ter sido veiculadas entre  24 agosto de 2016 e 29 agosto de 2017.

O grande vencedor receberá uma viagem para o Mobile World Congress 2018, em Barcelona, na Espanha, e aos escritórios da ESET na Eslováquia. Os vencedores de cada categoria receberão um tablet e também haverá prêmios especiais por região: Brasil, México, Região Andina, Região Caribe e Região Rio Prata.

As inscrições vão até 29 de agosto.

Para mais informações: https://goo.gl/9ZqrAF

Bolsas para Jornalistas no Reino Unido

Jornalistas de mais de 140 países podem se inscrever para o Programa de Bolsas Chevening.

O Chevening é um programa de bolsas global do governo do Reino Unido, financiado pelo Foreign and Commonwealth Office (FCO) e organizações parceiras para estudantes com potencial de liderança.

As bolsas são oferecidas para uma variedade campos de estudo. O programa prevê o financiamento integral ou parcial para cursos em tempo integral a nível de pós-graduação, normalmente um mestrado de um ano, em qualquer assunto e em qualquer universidade do Reino Unido.

Os candidatos devem ter um excelente histórico escolar de graduação e de dois a cinco anos de experiência profissional, além de fluência em inglês.

O prazos de inscrição vai até 7 de novembro.

Para mais informações: https://goo.gl/7Qxsh3

Bolsas de viagem para Conferência

Jovens entre 18 e 35 anos podem se candidatar a uma bolsa para participar deste evento.

As Bolsas YOUNGO Global South oferecem apoio financeiro e treinamento para participar da 23ª Conferência das Partes (COP23) da UNFCCC e da 13ª Conferência da Juventude (COY13) de 2 a 18 de novembro em Bonn, na Alemanha.

O programa também fornecerá sessões de treinamento online, webinários, preparação no terreno e orientação de formadores experientes, bem como oportunidades de networking.

Os candidatos devem ser cidadãos do Sul Global, incluindo África, Estados Árabes, Ásia e Pacífico, Comunidade de Estados Independentes e América Latina.

As inscrições vão até 31 de agosto.

Informações: https://goo.gl/Pj3JFu

Bolsa para jornalistas para Buenos Aires

Jornalistas na América Latina que focam em questões relacionadas com o desenvolvimento urbano, o mercado imobiliário e políticas de terra podem se inscrever para este curso.

O Instituto Lincoln e o Foro de Periodismo Argentino (FOPEA) organizam uma nova edição do curso avançado de jornalismo investigativo sobre políticas de terras e desenvolvimento urbano.

O curso inclui um treinamento presencial e um componente de ensino à distância. O curso será realizado nos dias 5 e 6 de novembro em Buenos Aires, Argentina, durante a Conferência Latino-Americana de Jornalismo Investigativo COLPIN 2017. A fase de ensino à distância consiste em um acompanhamento de três meses para desenvolver um projeto de investigação.

Os organizadores dispõe de 20 bolsas de estudo completas, incluindo viagem para Buenos Aires, alojamento, estipêndio e uma bolsa de até US$1.000 o desenvolvimento de projetos dos participantes.

As inscrições vão até 31 de agosto.

Para mais informações: https://goo.gl/vrLcww

Bolsa para reportagem sobre violência e conflito

Jornalistas em meados de carreira que desejam aprofundar seus conhecimentos sobre temas traumáticos e melhorar a cobertura de violência, conflito e tragédia podem se inscrever para uma bolsa de estudos.

O Centro Dart para Jornalismo e Trauma, um projeto da faculdade de jornalismo da Universidade de Columbia, selecionará 12 jornalistas como bolsistas no programa Dart Center Ochberg.

Os bolsistas participam de um programa intensivo de uma semana de seminários e discussões na Universidade de Columbia em Nova York. O próximo programa será realizado de de 15 a 20 de janeiro de 2018.

As atividades do programa incluem briefings com proeminentes especialistas interdisciplinares sobre trauma e saúde mental; conversações com colegas jornalistas sobre questões de ética, o ofício e outros aspectos da prática profissional; e uma série de outras oportunidades de engajamento intelectual e aprendizagem entre colegas.

O prazo de inscrição vai até 22 de setembro.

Para se inscrever: https://goo.gl/4GNq1B

Programa de residência para jornalistas

Jornalistas que têm alguns anos de experiência na mídia e proficientes em inglês podem se inscrever para este programa.

O Stigler Center for the Study of the Economy and the State da Universidade de Chicago organiza seu Programa de Jornalistas em Residência de 19 de março a 9 de junho em Chicago.

O programa visa formar a próxima geração de líderes na reportagem de negócios. Os jornalistas irão assistir a aulas, participar de eventos, colaborar com colegas e muito mais.

O organizador oferece passagem aérea, um salário de US$12.000, treinamento, espaço de estudo e uma oportunidade para escrever no blog do ProMarket.

As inscrições vão até 23 de outubro.

Informações: https://goo.gl/2UwxF8

Bolsas para projetos de jovens fotojornalistas

Estudantes de período integral de fotografia e fotógrafos com menos de 24 anos podem concorrer a uma bolsa.

A bolsa Ian Parry busca ajudar jovens fotógrafos documentaristas a realizar um projeto e aumentar sua visibilidade na comunidade internacional de fotografia. O prêmio leva o nome do fotógrafo Ian Parry, que morreu em missão na Romênia aos 24 anos de idade.

O concurso deste ano conta com dois prêmios: o prêmio de realização e o prêmio para potencial. Cada vencedor receberá GBP3.500 (US$4.581), equipamento Canon de fotografia e mais.

A World Press Photo nomeia automaticamente o vencedor do prêmio de realização para a Joop Swart Masterclass em Amsterdam. O vencedor do prêmio para potencial receberá um ano de orientação do fotojornalista Tom Stoddart.

As inscrições vão até 1° de setembro.

Para mais informações: https://goo.gl/gdCFX

Prêmio Fenacon de Jornalismo

Jornalistas profissionais com artigos veiculados no Brasil podem competir pelo Prêmio Fenacon de Jornalismo.

As reportagens devem ter sido veiculadas de 1° de agosto de 2016 a 19 de setembro de 2017, em TVs, jornais, revistas, rádios e sites na Internet.

O tema deve ser relacionado à redução da carga tributária; desburocratização; desenvolvimento e representatividade do setor de serviços e das Micro e Pequenas Empresas (MPEs); iniciativas de inovação, educação profissional e responsabilidade social no setor de serviços.

As categorias são jornalismo impresso e multimídia (web, rádio e TV), com prêmios de R$5.000 aos vencedores de cada uma. Há também o Grande Prêmio Fenacon de Jornalismo, no valor de R$15.000, para a melhor matéria inscrita em qualquer uma das categorias.

O prêmio é organizado pela Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon), com apoio institucional da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj).

As inscrições vão até 29 de setembro.

Para mais informações: https://goo.gl/foiBw4

Fundos para reportagem de conflitos

Jornalistas em todo o mundo podem se inscrever para este programa perto de Londres.

A Fundação Thomson Reuters está oferecendo bolsas ao treinamento “Uncovering Security – Story Lab” (Descobrindo Segurança – Laboratório de Matérias), que tem como objetivo apoiar jornalistas para descobrir ameaças emergentes do mundo e trazer essas histórias para um público amplo.

O programa contará com um laboratório residencial de três dias em janeiro sobre situações de segurança emergente; a oportunidade de concorrer para pequenos fundos para cobrir o custo de reportagem; o acesso a jornalistas experientes que cobriram matérias de segurança; e apoio para propor pautas a plataformas internacionais de publicação.

Os candidatos devem ter pelo menos três anos de experiência em jornalismo e ser fluentes em inglês. Experiência cobrindo questões de segurança é uma vantagem.

Jornalistas devem apresentar uma ideia de pauta que se relaciona com uma situação de segurança emergente em uma comunidade específica, país ou região do mundo.

As inscrições vão até 4 de setembro.

Para mais informações: https://goo.gl/xkaMSP

Bolsa de jornalismo em Nova York

Universidade da Cidade de Nova York lança bolsa de jornalismo de resiliência.

Jornalistas em meados de carreira interessados em reportar sobre mudanças climáticas podem se inscrever para este programa.

A Faculdade de Pós-Graduação de Jornalismo da Universidade da Cidade de Nova York (CUNY) organiza a nova Bolsa de Jornalismo de Resiliência de 22 a 27 de outubro em Nova York.

O programa se concentrará na ciência das mudanças climáticas e resiliência. Além do treinamento em sala de aula, os bolsistas irão passear de caiaque e andarão de bicicleta nas ruas da cidade, procurando soluções para alguns dos problemas ambientais mais difíceis do mundo.

Os bolsistas receberão hospedagem, inscrição e custos de viagem, juntamente com a maioria das refeições.

As inscrições vão até 31 de agosto.

Informações: https://goo.gl/n1yzAc

Bolsas de redação para Jornalistas

Jornalistas que estão interessados em feminismo e justiça social podem se inscrever para uma bolsa de três meses a distância.

Bitch Media, uma organização de mídia feminista sem fins lucrativos, lançou um programa de bolsas.

O programa consiste em bolsas de redação intensiva, cujo objetivo é desenvolver, apoiar e amplificar vozes emergentes diversas na mídia feminista, ativista e cultura pop.

Áreas possíveis incluem direitos reprodutivos e de justiça, a crítica da cultura pop, tecnologia e feminismo global. Os participantes selecionados devem produzir um mínimo de seis artigos online em sua área de tópico, além de pelo menos um artigo longo para a revista Bitch: Feminist Response to Pop Culture.

Os bolsistas receberão US$2.000 pela duração total do programa. Não é necessário cidadania americana ou ser residente nos Estados Unidos.

As inscrições vão até 31 de agosto.

Informações: https://goo.gl/5jK3CP

Concurso financia reportagem ao Ártico

Fotojornalistas em todo o mundo podem participar do concurso.

A Fundação Carmignac está aceitando inscrições para seu prêmio anual de fotojornalismo. A fundação premia aqueles que vão para onde outros não vão, visitando regiões que são ignoradas pela mídia.

O tema da competição deste ano é ameaças ao Ártico.

O vencedor vai receber apoio financeiro para implementação, produção e disseminação de uma série de fotos. A fundação promove as fotos da série através de uma exposição internacional, além de publicar uma monografia.

O prazo de inscrição vai até 15 de outubro.

Informações: https://goo.gl/XWJI6U

Prêmio de reportagem

Jornalistas de todo o Brasil podem participar da 19ª edição do Prêmio Fundação FEAC de Jornalismo.

O prêmio, promovido pela Fundação FEAC, vai reconhecer trabalhos na sobre a temática “Organizações da sociedade civil: solidariedade, voluntariado e bem-estar social”.

A competição vai distribuir R$75.000,00 em prêmios em oito categorias da região metropolitana de Campinas, seis categorias nacionais e uma premiação especial.

Os trabalhos devem ter sido publicados ou transmitidos entre 10 de outubro de 2016 e 10 de outubro de 2017.

As inscrições vão até 11 de outubro.

Informação: https://goo.gl/irfdqB

Concurso para jovens jornalistas

Jornalistas com menos de 30 anos que trabalham em países em desenvolvimento podem competir.

A Thomson Foundation convida inscrições à categoria – “jovem jornalista do mundo em desenvolvimento” – como parte dos prêmios da Foreign Press Association (FPA).

Três finalistas serão levados a Londres para a noite de gala em novembro, juntamente com uma série de outros vencedores potenciais e figuras importantes do mundo do jornalismo.

Jornalistas que trabalham em países com o Produto Interno Bruto (PIB) per capita inferior a US$20.000, incluindo o Brasil, são elegíveis.

Os participantes devem apresentar três artigos publicados (de imprensa, áudio, vídeo, multimídia, ou uma combinação de todos) produzidos nos 12 meses que antecedem o dia 18 de agosto. Os trabalhos podem ser em qualquer língua, mas devem ser acompanhados por uma tradução ao inglês.

As inscrições vão até 18 de agosto.

Informações: https://goo.gl/9bGNeg

Bolsa para conferência TED

Inovadores, fotógrafos e empreendedores podem concorrer a uma bolsa para participar de uma conferência TED (Tecnologia, Entretenimento e Design) em Vancouver, no Canadá.

O programa  TED Fellows foi criado para reunir jovens pioneiros de uma variedade de áreas que têm mostrado realização e coragem incomum.

Vinte bolsistas serão selecionados para participar da conferência TED2018 a ser realizada de 10 a 18 de abril de 2018.

Jovens com mais de 18 anos, especialmente na faixa dos 21 aos 40 anos, estão convidados a se inscrever. Os candidatos devem ser fluentes em inglês.

Os bolsistas recebem passagem aérea, transporte local, refeições e acomodação no local.

As inscrições vão até 10 de setembro.

Para mais informação: https://goo.gl/v6XtYa

Prêmio Synapsis de Jornalismo

Jornalistas profissionais podem concorrer a este prêmio.

O Prêmio Synapsis de Jornalismo, organizado pela Federação Brasileira de Hospitais (FBH), convida inscrições para sua terceira edição.

A competição oferece quatro prêmios nas categorias rádio, TV, impresso e internet a matérias que apontem de forma propositiva soluções, referências e reflexões para a melhoria da condição do sistema de saúde no Brasil.

Cada vencedor receberá R$10.000.

As inscrições vão até 30 de setembro.

Para mais informações: https://goo.gl/pm193k

Prêmio para Jornalistas de língua portuguesa

Jornalistas de língua portuguesa no mundo todo podem concorrer a um prêmio.

O Clube Português de Imprensa e o jornal Tribuna de Macau buscam reportagens sobre Macau para o Prêmio de Jornalismo da Lusofonia.

Os trabalhos devem ser de jornalismo impresso ou digital. O vencedor receberá EUR10.000.

As inscrições vão até 15 de setembro.

Informações: https://goo.gl/azzWBM

Bolsa de viagem para jovens jornalistas

Climate Tracker envia jornalistas para conferência sobre mudança climática

O Climate Tracker convida jornalistas em países em desenvolvimento para escrever artigos inspiradoros e publicá-los em uma organização de mídia para ganhar uma viagem para a 23ª sessão da Conferência das Partes (COP 23) em Bonn, na Alemanha.

O concurso tem três períodos de publicação entre 1° de julho e 30 de setembro, durante os quais os participantes devem escrever pelo menos um artigo sobre um tópico específico — pelo menos três artigos no total. Os tópicos são “a revolução da energia limpa”, “apoio ao financiamento climático” e “clima e saúde”.

Os cinco melhores jornalistas participarão da conferência e serão pagos para escrever determinados artigos sobre certos tópicos. Eles também receberão treinamento personalizado para melhorar suas habilidades.

Participe imediatamente.

Informações: https://goo.gl/HKvirC

Social Media Week em São Paulo

O evento de uma semana sobre tudo relativo a mídias sociais será realizado de 11 a 15 de setembro em cidades metropolitanas ao redor do mundo.

A Social Media Week (SMW) apresenta as últimas tendências e assuntos em mídia social e móvel. A programação acontece em: Londres, Jacarta (Indonésia) e São Paulo. Algumas programações terão transmissão online ao vivo.

A SMW apresenta um palco central para palestras e painéis, várias salas para workshops, masterclasses e apresentações, além de uma área dedicada ao trabalho colaborativo, redes e instalações interativas.

Informações: https://goo.gl/OEf0UQ

Bolsas para estudos de mídia na Alemanha

Jovens profissionais de países em desenvolvimento podem solicitar uma bolsa para estudar na Alemanha.

O Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD, em alemão) apoia estudos de pós-graduação e treinamento em uma variedade de assuntos, incluindo estudos de mídia.

As instituições que oferecem estudos de mídia incluem a Universidade Leipzig, Universidade Bauhaus Weimar e Universidade de Ciências Aplicadas de Colônia.

Os candidatos devem ter completado seu diploma universitário nos últimos seis anos e ter pelo menos dois anos de experiência profissional relacionada.

O prazo varia por universidade.

Para mais informações: https://goo.gl/PkLp2x

Bolsas de pesquisa na Alemanha

Profissionais com nível superior do Brasil, China, Índia, Rússia e Estados Unidos podem se candidatar a uma bolsa de pesquisa na Alemanha.

A Fundação Alexander von Humboldt oferece a Bolsa do Chanceler Alemão para líderes do amanhã. A bolsa dá a oportunidade de passar um ano na Alemanha trabalhando com outros potenciais líderes do exterior para explorar novas soluções para questões globais.

Os bolsistas recebem uma bolsa mensal de EUR2.150 (US$2.410), EUR2.450 (US$2.747) ou EUR2.750 (US$3.083), de acordo com suas qualificações; orientação individual durante a estadia na Alemanha; apoio financeiro adicional para membros da família; despesas de viagem ou curso de língua alemã; um tour de estudo da Alemanha e uma série de eventos; e extenso patrocínio de ex-alunos.

Os candidatos devem ter completado a faculdade há menos de 12 anos e desenvolver um projeto de significância social com uma organização de sua escolha na Alemanha.

As inscrições vão até 15 de setembro.

Informações: https://goo.gl/eimo6t

Prêmio de jornalismo

Jornalistas empregados e freelancers podem participar deste concurso.

Os Prêmios Frontline Club reconhecem talentos emergentes e nomes consagrados que demonstraram integridade, coragem e espírito independente em seu trabalho.

A competição tem três categorias: fotojornalismo, rádio/TV e imprensa. Há também o Prêmio Tributo Frontline Club pelo conjunto da obra ou trabalho que não recebeu a aclamação que merece.

Os trabalhos podem cobrir qualquer tema e ser de qualquer país. Devem ter sido transmitidos ou publicados entre setembro de 2016 e agosto 2017.

Os vencedores receberão troféus e possivelmente prêmios. No passado, os prêmios foram câmeras e iPhones Canon.

As inscrições vão até 15 de setembro.

Informações: https://goo.gl/HnqaGu

Concurso de Fotografia de vida selvagem

Fotógrafos de todo o mundo podem participar deste concurso.

A fundação My Equator está aceitando trabalhos para o Concurso de Fotografia Tartaruga de Ouro.

As categorias incluem foto documental, novas tecnologias em fotografia da vida selvagem, fotógrafo do ano e mais.

Os idiomas oficiais da competição são russo e inglês.

Os vencedores de cada categoria receberão US$10.000. O fotógrafo do ano levará US$20.000.

O prazo de inscrição vai até 30 de junho.

Para mais informações: https://goo.gl/LpKuea

Bolsas para reportagens sobre religião

Jornalistas profissionais interessados em reportar sobre religião podem candidatar-se a uma bolsa.

O International Reporting Project (IRP) aceita propostas de reportagem sobre questões de religião global.

Os tópicos possíveis incluem conflito e paz; ambiente e sustentabilidade; economia política e desenvolvimento; saúde e educação; gênero, raça e sexualidade; lei e direitos humanos; movimentos sociais; migração; e humanitarismo.

Os candidatos devem apresentar um orçamento detalhado e um ensaio sobre a história que querem cobrir. O orçamento proposto ajudará a determinar o montante da bolsa.

As candidaturas serão consideradas numa base contínua.

Informações: https://goo.gl/4nGgOZ

Concurso de vídeos sobre mudanças climáticas

Qualquer pessoa de 18 a 30 anos pode enviar um vídeo sobre uma ação inspiradora contra a mudança climática a esta competição.

A Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática (UNFCCC, em inglês), o UNDP/GEF Small Grant Program e tve estão organizando a Competição Global de Vídeos Jovens sobre Mudança Climática 2017.

Jovens estão convidados a fazer um vídeo de 3 minutos sobre uma ação para combater a mudança climática. Os vídeos podem ser gravados em qualquer idioma, mas devem incluir legendas em inglês.

Dois vencedores receberão uma viagem para a 23ª Sessão da Conferência das Partes (COP23) de 6 a 17 de novembro em Bonn, na Alemanha. Durante o evento, eles trabalharão como repórteres jovens, responsáveis em ajudar a equipe do UN Climate Change Newsroom com vídeos, artigos e posts de mídia social.

As inscrições vão até 18 de agosto.

Para mais informações: https://goo.gl/rc4bMV

Bolsa disponível a jornalistas mundiais em Harvard

Jornalistas e profissionais de cinema, vídeo, som e novas mídias podem se candidatar a esta bolsa de pesquisa em Cambridge, Massachussetts.

O Radcliffe Institute Fellowship Program é uma comunidade acadêmica em que os indivíduos se dedicam a trabalhos avançados em uma ampla gama de disciplinas acadêmicas.

A bolsa consiste em até US$77.500 por um ano com fundos adicionais para as despesas do projeto. Os bolsistas recebem um escritório ou estúdio e acesso a bibliotecas e outros recursos da Universidade de Harvard, durante o ano da bolsa, que vai do início de setembro de 2018 até maio de 2019.

Os projetos serão julgados de acordo com sua qualidade, importância, currículo e potencial do candidato.

Candidatos de jornalismo devem trabalhar profissionalmente há cinco anos.

As inscrições vão até 14 de setembro.

Para mais informações: https://goo.gl/H4LMYR

Programa de comunicação busca mentores e redatores

Jornalistas ambientais iniciantes e experientes podem participar deste programa.

Ensia, uma revista sem fins lucrativos que se concentra nos desafios ambientais e soluções para um público global, está aceitando candidatos para o Programa Ensia de Mentoria.

O programa oferece a jornalistas a oportunidade de criar um artigo, vídeo, galeria de imagens, infografia ou outro trabalho sob a orientação de um comunicador experiente sobre um tema de sua escolha para a Ensia.

A matéria original deve estar em inglês, mas a Ensia aceita artigos publicados em outros idiomas se o jornalista quiser traduzi-lo.

Redatores e mentores recebem US$600 e US$400, respectivamente, por artigo.

As inscrições são aceitas de forma contínua.

Mais informações: https://goo.gl/3YJbv6

Bolsa leva jornalistas a redações nos EUA

Jornalistas de países em desenvolvimento podem se inscrever em um programa anual que leva jornalistas para redações americanas.

As Bolsas Alfred Friendly Press visam proporcionar aos participantes experiência em reportagem, redação e edição que irá melhorar seu desempenho profissional; transferir conhecimentos adquiridos durante o programa para os colegas em casa; e promover os laços entre jornalistas nos Estados Unidos e em outros países.

O próximo programa vai começar em meados de março e termina no início de setembro de 2018. A bolsa começa com uma orientação de duas semanas na Faculdade de Jornalismo da Universidade do Missouri. Em seguida, os participantes são colocados em redações líderes nos Estados Unidos.

Os bolsistas recebem viagem, seguro de saúde e despesas básicas.

Os candidatos devem ter pelo menos três anos de experiência profissional, emprego em tempo integral como jornalista, ter entre 25 e 35 anos de idade e um bom nível de inglês falado e escrito.

As inscrições vão até 31 de agosto.

Para mais informações: https://goo.gl/uFDTw6

Prêmio brasileiro de reportagens

Jornalistas e estudantes que cobriram o agronegócio no Brasil e nos demais países da América do Sul, Central e Caribe podem concorrer ao Prêmio Massey Ferguson de Jornalismo.

A empresa Massey Ferguson lançou a competição para incentivar as reportagens sobre temas relativos ao agronegócio, observando aspectos relacionados à produção, desenvolvimento e tecnologia, questões que interferem direta ou indiretamente no desenvolvimento econômico.

As matérias devem ter sido publicadas ou veiculados entre 10 de julho de 2016 a 4 de setembro de 2017.

O prêmio, que distribuirá mais de R$80.000, é oferecido em sete categorias: jornal, revista, multimídia, TV, fotojornalismo, estudantes e América do Sul/Central e Caribe.

As inscrições vão até 4 de setembro.

Para mais informações: https://goo.gl/ax6XaL

Festival do Minuto busca vídeos

Qualquer pessoa pode enviar um vídeo para este concurso.

O Festival do Minuto, com o apoio do Ministério da Cultura do Brasil, convida inscrições ao concurso de vídeos sobre o tema mulher.

Os melhores vídeos escolhidos pela curadoria do Festival do Minuto ganharão o Troféu Minuto.

Os vídeos devem ter um minuto de duração e podem ser feitos com uma câmera profissional ou de celular.

As inscrições vão até 31 de agosto.

Informações: https://goo.gl/O2BoqZ

Prêmio de liberdade de imprensa

Jornalistas que têm um forte compromisso com a liberdade de imprensa e informação independente podem competir por um prêmio.

A Free Press Unlimited, uma organização sem fins lucrativos com sede na Holanda, está aceitando indicações para seus prêmios de imprensa livre.

Os prêmios visam honrar jornalistas que arriscam tudo para trazer a notícia ao público, pioneiros da mídia que abrem o caminho para a igualdade e justiça e aqueles que perseveram nas circunstâncias mais difíceis.

As categorias são jornalista revelação do ano e mais resiliente jornalista do ano.

Os prêmios incluem uma bolsa de mídia para o emergente do ano e EUR15.000 (US$6.344) para o jornalista mais resiliente. Ambos vencedores receberão uma viagem com todas as despesas pagas para a Holanda.

As inscrições vão até 1° de agosto.

Para mais informações: https://goo.gl/1OdCNY

Subsídios de viagem para Jornalistas freelancers

Jornalistas freelancers que querem fazer reportagens de jornalismo de soluções podem concorrer a bolsas de viagem.

A Solutions Journalism Network (SJN) oferece fundos de viagem para freelancers.

Os subsídios são destinados a matérias de jornalismo de soluções escritas em inglês. O valor máximo é de US$625 por jornalista.

Os candidatos devem ser membros da rede online da SJN, The Hub, e devem ter preenchido um perfil. Eles também devem ter participado de um workshop ou webinário da SJN ou se comprometerem a participar de um antes da reportagem.

As propostas de reportagem são aceitas de forma contínua.

Para mais informações: https://goo.gl/l72uIX

Fundo para Jornalistas documentaristas

Jornalistas documentaristas podem se inscrever para uma bolsa que varia de GBP5.000 a GBP50.000 (US$$6.236 a US$62,366).

O Bertha BRITDOC Fund for Journalism  é um fundo internacional de cinema dedicado a apoiar documentários de formato longo de natureza jornalística.

O fundo busca filmes que desvendam histórias, expõem injustiças e chamam a atenção para questões pouco reportadas e em regiões inéditas. Devido à natureza de investigação dos filmes, o fundo busca cineastas com experiência jornalística.

O fundo apóia pesquisa e desenvolvimento em profundidade, financiamento de produção de investigações longitudinais, suporte editorial de estrutura de documentário em formato longo, treinamento em ambientes hostis, transporte de emergência e aconselhamento jurídico.

O apoio é concedido continuamente ao longo do ano.

Para mais informações: https://goo.gl/fjPnHc