Bolsa para Jornalistas iniciantes

Jornalistas iniciantes de qualquer lugar do mundo podem se inscrever para esta bolsa.

O Uncomfortable Revolution, um site que foca em pessoas que vivem com uma doença crônica ou deficiência, está oferecendo quatro bolsas globais de mídia pagas e não-residenciais.

A bolsa dura seis meses e se concentra em redação, artes visuais, podcast ou vídeo. Os bolsistas recebem EUR2.000 (US$2.360) para desenvolver um trabalho criativo sobre conversas incômodas sobre doenças crônicas ou deficiências.

Os candidatos devem enviar uma proposta para uma matéria autêntica e crua sobre qualquer condição de saúde, como câncer, HIV/AIDS, doenças cardíacas, doenças mentais, dependência ou distúrbios alimentares, esclerose múltipla e outras doenças que afetam a mobilidade.

As inscrições vão até 15 de julho.

Para mais informações: https://www.urevolution.com/?p=26

Bolsas de jornalismo em Londres

Jornalistas de países em desenvolvimento e da Europa Oriental podem solicitar uma bolsa de estudos para participar deste curso.

O Finance Uncovered organiza um curso de treinamento em jornalismo investigativo financeiro e segurança de dados entre 17 e 21 de setembro, na City University, em Londres.

Os participantes aprenderão como investigar contas corporativas, atividade offshore e corrupção corporativa, bem como onde encontrar documentos, como analisá-los e outras ferramentas práticas para ajudar a revelar sigilo financeiro.

As bolsas de estudo cobrirão taxas de visto, viagem, alojamento e estipêndios para alimentação e transporte em Londres.

Jornalistas do Reino Unido e da Europa podem se inscrever, mas devem pagar a taxa do curso de GBP650 (US$871).

As inscrições vão até 19 de junho.

Para mais informações: https://wp.me/p6wui4-dY

IPHAN abre concurso com  vagas para jornalista/relações públicas

Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional abre concurso público com vagas em todo o país:

Com vagas para jornalismo, relações públicas (MG: 1 vaga, DF: 7 vagas, e RJ: 1 vaga)

ANALISTA I – ÁREA COMUNICAÇÃO SOCIAL:

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: desenvolver atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas que compreendam o assessoramento especializado voltado para a gestão dos processos relativos à salvaguarda e à preservação do patrimônio cultural; acompanhar e se manifestar em processos relacionados a políticas intersetoriais e temáticas transversais ao patrimônio cultural; desenvolver e participar das atividades de articulação e mobilização social necessárias às ações institucionais; participar

em conselhos representativos, comissões, grupos e equipes de trabalho de interesse da administração; elaborar e analisar orçamentos; executar atividades de gestão administrativa, orçamentária e financeira; acompanhar

e fiscalizar projetos e(ou) serviços; elaborar termos de referência, projetos e editais; fiscalizar contratos, convênios e instrumentos congêneres; e outras atividades compatíveis com as atribuições profissionais e competências institucionais.

REMUNERAÇÃO: R$ 5.035,29.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Comunicação Social, Jornalismo ou Relações Públicas, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

As inscrições serão abertas em 18 de junho.

Taxa: Nível superior: R$ 117,00. Nível médio: R$ 84,00.

Edital: https://goo.gl/qUJ78E

Bolsa de viagem à Tanzânia

Aspirantes a documentarista podem se inscrever para uma viagem de filmagem para a Tanzânia.

A World Nomads está aceitando inscrições para uma bolsa de cinema de viagem. O vencedor vai passar 12 dias em outubro de 2018 documentando as comunidades à sombra do monte Kilimanjaro sob a orientação do cineasta e diretor Brian Rapsey.

O vencedor receberá passagem aérea do país de residência, equipamento de gravação e e seguro de viagem. O selecionado deverá produzir um documentário curto para o site da World Nomads.

Os candidatos devem apresentar um filme de 3 minutos sobre uma história de viagem inspiradora focando nos temas coragem, bondade e aceitação.

As inscrições vão até 10 de julho.

Para mais informações: https://goo.gl/GseSTi

Curso de inglês gratuito para jornalistas

Qualquer um pode participar deste curso gratuito em seu próprio ritmo.

A Universidade da Califórnia, em Berkeley, oferece o MOOC (Curso Online Massivo e Aberto) “English for Journalists” através da plataforma edX. O curso é dividido em duas sessões de cinco semanas.

O curso foi desenvolvido pelo Departamento de Estado dos EUA e por outras organizações para falantes de inglês não-nativos que estão interessados em desenvolver as habilidades necessárias para o jornalismo. Os alunos devem dedicar de 3 a 4 horas por semana ao treinamento.

Entre os tópicos estão os problemas atuais enfrentados pelos jornalistas globalmente; como melhorar o seu vocabulário e gramática para escrever matérias mais eficazes em inglês; como comunicar de forma mais eficaz com os outros em entrevistas e reportagens; e questões de ética, igualdade e justiça aplicadas ao jornalismo.

As inscrições estão abertas.

Para mais informações: https://www.edx.org/course/english-for-journalists-part-1

Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo

Realizado pela Abraji, 13º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo dá vez ao jornalismo de dados. Serão nove painéis sobre o tema

Serviço

13º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo

28, 29 e 30 de junho de 2018

Universidade Anhembi Morumbi

(Rua Casa do Ator, 275 | Vila Olímpia | São Paulo – SP – Brasil)

Inscrições e programação no site: https://goo.gl/kzHc82

Universidade de Oxford oferece bolsas de jornalismo

Jornalistas em meados de carreira podem concorrer a uma bolsa de estudos em Oxford, no Reino Unido.

O Instituto Reuters para o Estudo de Jornalismo da Universidade de Oxford abriu inscrições para as bolsas Anglo American Journalist Fellowship, Google Digital News Journalist Fellowship e Wincott Business Journalist Fellowship.

O Anglo American Journalist Fellowship está aberto a jornalistas na África do Sul, Zimbábue, Zâmbia, Botsuana, Namíbia, Brasil, Peru, Colômbia ou Chile. Os bolsistas produzirão um trabalho de pesquisa que aborde temas de transparência, responsabilidade e/ou sustentabilidade.

O Google Digital News Journalist Fellowship é destinado a jornalistas na Argentina, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chile, Croácia, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hong Kong, Hungria, Itália, Irlanda, Malásia, México, Holanda Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Singapura, Eslováquia, Espanha, Suécia, Suíça, Taiwan e Turquia. Os bolsistas produzirão um documento de pesquisa com base em algum aspecto dos dados do Digital News Report ou do jornalismo digital em seu país.

O Wincott Business Journalist Fellowship é voltado para jornalistas na África Subsaariana interessados em examinar mais profundamente um aspecto da reportagem financeira.

Os candidatos devem ter pelo menos cinco anos de experiência e proficiência em inglês. Os bolsistas recebem GBP2.000 por mês.

As inscrições vão até 29 de junho.

Para mais informações: https://goo.gl/QxjKNv

Bolsa leva jornalistas para redações americanas

Jornalistas de países em desenvolvimento podem se inscrever em um programa anual que leva jornalistas para redações americanas.

As Bolsas Alfred Friendly Press visam proporcionar aos participantes experiência em reportagem, redação e edição que irá melhorar seu desempenho profissional; transferir conhecimentos adquiridos durante o programa para os colegas em casa; e promover os laços entre jornalistas nos Estados Unidos e em outros países.

O próximo programa vai começar em meados de março e termina no início de setembro de 2019. A bolsa começa com uma orientação de duas semanas na Faculdade de Jornalismo da Universidade do Missouri. Em seguida, os participantes passam o restante da temporada em redações líderes nos Estados Unidos.

Os bolsistas recebem viagem, seguro de saúde e despesas básicas.

Os candidatos devem ter pelo menos três anos de experiência profissional, emprego em tempo integral como jornalista, ter entre 25 e 35 anos de idade e um bom nível de inglês falado e escrito.

As inscrições vão até 31 de agosto.

Para mais informações: http://presspartners.org/?p=7723

Projeto Repórter do Futuro

17o. Curso de Informação sobre Jornalismo em Situações de Conflito Armado e Outras Situações de Violência

Organização: CICV – Comitê Internacional da Cruz Vermelha | OBORÉ Projetos Especiais | IPFD – Instituto de Pesquisa, Formação e Difusão em Políticas Públicas e Sociais

Apoio: Abraji – Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo

Encontro de Confraternização e Seleção: 21 de julho de 2018, sábado, das 10h às 14h

Local: Auditório Vladimir Herzog no Sindicato dos Jornalistas (Rua Rego Freitas, 530 – sobreloja – Vila Buarque – São Paulo/SP)

Mais informações: reporterdofuturo@obore.com

Inscrições: https://goo.gl/hxqkLD

Subsídios para projetos jornalísticos na National Geographic

National Geographic busca projetos jornalísticos sobre migração humana

Jornalistas, conservacionistas, educadores e pesquisadores podem se candidatar a um subsídio.

A National Geographic Society aceita inscrições de propostas que documentem migrações humanas.

Os projetos devem examinar as causas e os efeitos de um ou mais exemplos da migração humana atual; documentar a vida dos migrantes de hoje, suas viagens e comunidades de acolhimento; ou desenvolver e testar recursos de sala de aula, currículos ou materiais de divulgação pública que visam aumentar a compreensão da experiência dos migrantes e a aceitação das comunidades migrantes.

O subsídio típico será inferior a US$30.000, mas os candidatos poderão solicitar até U$70.000.

As inscrições vão até 10 de julho.

Para mais informações: https://goo.gl/k7SDeU

Prêmio de jornalismo

Jornalistas que cobriram temas relacionados com saúde neurológica podem competir por um prêmio.

A Sociedade Brasileira de Neurocirugia (SBN) pretende chamar a atenção para os problemas na área de saúde neurológica através do Prêmio SBN de Jornalismo.

Os trabalhos devem que valorizar a autoestima dos portadores, minimizar o preconceito, esclarecer dúvidas da população ou defender políticas públicas de saúde que melhorem o acesso e qualidade no atendimento dos doentes.

A competição será oferecida em quatro categorias: mídia impressa, rádio, televisão e online, além da premiação especial para a melhor publicação do ano.

Os primeiro, segundo e terceiro colocados de cada categoria receberão R$5.000, R$3.000 e R$1.000, respectivamente. O vencedor do grande prêmio ganhará R$5.000.

As inscrições vão até 20 de agosto.

Para mais informações: https://goo.gl/C1GAED

Bolsa de conferência para Jornalistas digitais no Texas

Jornalistas digitais e estudantes podem concorrer a uma bolsa de conferência.

A Online News Association está aceitando inscrições para o MJ Bear Fellowship, que apoia jornalistas digitais em início de carreira, e o CNN Diversity Fellowship. Os candidatos devem ser fluentes em inglês.

A bolsa oferece a inscrição, viagem e acomodações para a Online News Association Conference and Awards, em Austin, no Texas.

Os bolsistas devem ter criado uma conceito, experiência ou projeto de jornalismo digital que demonstre brilho, criatividade e inovação. Os exemplos podem ser uma nova abordagem para um projeto complexo de visualização de dados, uma nova forma de distribuição de conteúdo de notícias ou uma nova abordagem para usar as mídias sociais ou tecnologia móvel.

O MJ Bear Fellowship está aberto a candidatos internacionais nascidos entre 14 de setembro de 1988 e 13 de setembro de 1995. O CNN Diversity Fellowship está aberto a jornalistas de diversas origens, incluindo raça, etnia, orientação sexual, idade e gênero.

As inscrições vão até 28 de junho.

Para mais informações: https://journalists.org/?p=25348

Cursos online grátis de idiomas em Cambridge

A Universidade Cambridge, da Inglaterra, oferece cursos online grátis de idiomas. Atualmente, as aulas gratuitas disponibilizadas são de alemão e mandarim.

Para começar, o interessado deve se cadastrar na plataforma de ensino Alison. Os cursos são livre, então o período de conclusão depende da disponibilidade de cada aluno. Os cursos são gratuitos, a única taxa que será cobrada é se houver a necessidade de um certificado.

Na língua germânica é possível cursar o básico, com noções da pronuncia do alfabeto e das palavras completas, números e saudações. Além disso, existem quatro tipos de aulas voltadas para conversação, nas quais os interessados aprendem a descrever sua família, profissão, marcar compromissos, entre outros temas.

Já nos cursos de língua chinesa, além dos mesmos temas abordados em alemão, existe um curso de primeiro contato com a língua e outras divisões para os de conversação – como usar meios de transportes, o que fazer no tempo livre e como reservar um hotel ou sair para um restaurante estão entre as opções.

Ao todo, são cinco cursos de alemão e sete de mandarim. É necessário, porém, ter conhecimento prévio em inglês, já que o site está todo nesta língua. Confira mais detalhes sobre os cursos em https://goo.gl/wS5XS7

Treinamento para jornalistas com despesas pagas

Jornalistas da África, Ásia e América Latina podem participar deste programa com todas as despesas pagas.

O Programa de Jornalistas em Residência do Instituto de Medicina Tropical (ITM, em inglês) oferece a oportunidade de aprofundar sua compreensão de questões atuais em medicina tropical e saúde global durante uma estadia de duas semanas em Antuérpia, na Bélgica.

Os participantes trabalharão num projeto relacionado com medicina tropical e saúde global (um documentário ou uma série de artigos, por exemplo) e interagirão com especialistas mundiais em uma ampla gama de tópicos de ciências biomédicas, ciências clínicas e saúde pública.

A iniciativa faz parte do programa de capacitação do ITM em países em desenvolvimento financiado pela Direção-Geral do Desenvolvimento da Bélgica (DGD).

As inscrições vão até 22 de junho.

Para mais informações: https://goo.gl/73KGzj

Curso online gratuito de mídia online

Qualquer pessoa interessada em aprender a verificar a mídia online pode participar deste curso autodirigido a qualquer momento.

O First Draft oferece um curso online gratuito sobre identificação de desinformação, desenvolvido por Claire Wardle, diretora executiva da organização.

O curso de uma hora é dividido em quatro módulos cobrindo a metodologia do First Draft para verificação; ferramentas envolvidas; como verificar de forma independente a autenticidade, data e localização das fotografias; e como investigar rastros digitais.

O First Draft também organiza um curso de verificação de cinco unidades para jornalistas, estudantes e pesquisadores de direitos humanos.

Os recursos estão disponíveis em inglês, espanhol e português.

Para mais informações: https://wp.me/7oER3

Bolsa para mestrado em jornalismo

A Fiam-Faam está com inscrições abertas para o processo seletivo do mestrado profissional em jornalismo. Comunicadores podem concorrer a bolsas de 50% e 100%

Fazer mestrado profissional em jornalismo. Se esse é o seu maior desejo, a Fiam-Famm pode ser uma boa oportunidade. A faculdade divulgou nesta semana que está com processo seletivo aberto para o programa de estudos. A nova turma abre espaço para estudantes bolsistas e já é possível se candidatar à vaga.

As inscrições vão até 3 de agosto.

Edital: https://goo.gl/wzxycW

Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo

As inscrições para a 5ª edição do Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo estão abertas. A iniciativa vai reconhecer trabalhos veiculados na imprensa de todo o Brasil entre 19 de outubro de 2017 e 17 de setembro de 2018, sendo que necessariamente as reportagens precisam ter como temática a indústria do Paraná. O prêmio é feito em parceria com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor-PR).

Regulamento: https://goo.gl/bgtZcl

Concurso de fotografia de Brasília

Fotógrafos amadores e profissionais podem participa deste festival de fotografia.

O Brasília Photo Show busca fotos de celulares a câmeras fotográficas profissionais sobre qualquer tema.

As categorias são landscape/adventure, nature/animal, agronegócio/hortifruti, arquitetura/urbanismo, retrato de pessoas/portrait, astrofotografia, esporte, jornalística/documental, grávidas/bebê/família, casamento, publicitária e mais.

As melhores imagens farão parte do livro Brasília Photo Show 2018. Entre os prêmios estão equipamento fotográfico, de celular, livro com fotos vencedoras e créditos de viagem.

As inscrições vão até 16 de julho.

Para mais informações: https://brasiliaphotoshow.com.br/?p=26

Concurso de fotografia na Rússia

Fotógrafos profissionais e amadores podem competir neste concurso.

O Centro FOTODOC para Fotografia Documental no Centro Sakharov na Rússia lançou o concurso de fotografia internacional “Direct Look” (Olhar direto). O concurso foca nos problemas com as relações entre as pessoas, a sociedade e o Estado, bem como formas de lidar com estas questões.

As inscrições devem incluir uma série de imagens que representam reportagens, histórias ou projetos de fotografia de longo prazo. São três categorias: “O Problema”, “O Conflito” e “O Compromisso”.

As fotografias devem ter sido feitas nos últimos quatro anos. Todas as descrições e legendas das imagens devem ser em inglês.

Os vencedores de cada categoria receberão RUB30.000 (US$483).

O prazo final é 1° de julho.

Para maiores informações: https://goo.gl/xMNF8r

Curso Gratuito sobre Cobertura Eleitoral

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) vai promover, com apoio do Facebook, uma série de treinamentos, on-line e presenciais, para produção de notícias a partir de bases de informações públicas por todo o país. O foco é a cobertura das eleições 2018.

Serão três cursos on-line gratuitos (com 200 vagas cada) e quatro workshops presenciais em diferentes cidades brasileiras (com 50 vagas cada um). As aulas mostrarão como acessar dados públicos para investigar políticos e obter informações para reportagens sobre as eleições. Os instrutores confirmados são José Roberto de Toledo (Piauí), Márcia Cavallari (Ibope), Daniel Bramatti (Estadão Dados) e Tiago Mali (Abraji).

Jornalistas em atividade e estudantes de Jornalismo podem preencher o formulário abaixo e se inscrever gratuitamente para a capacitação online. Quem quiser também participar do workshop presencial precisará comparecer às cidades onde faremos o treinamento nas datas indicadas. Para participar dos workshops é necessário ter passado pelo curso on-line.

Os cursos on-line ocorrerão nas seguintes datas:

– 14/5 a 1/6 (obrigatório para quem for fazer o workshop de Porto Alegre em 9 de junho

– 3/6 de a 21/6 de junho (obrigatório para o workshop de Recife em 23/6)

– 16/7 a 3/8: obrigatório para workshops de São Paulo (11/8) e Rio de Janeiro (18/8)

Infos e cadastro: https://goo.gl/cwVB9G

Bolsista de jornalismo na Alemanha

Jornalistas científicos experientes podem se candidatar a este programa.

O Instituto Max Planck de Física Gravitacional (Instituto Albert Einstein) oferece o programa Jornalista em Residência em Potsdam, na Alemanha.

O bolsista passa até dois meses interagindo com cientistas e se familiarizando com a pesquisa do instituto. Ele ou ela também deve apresentar um seminário sobre comunicação científica.

O organizador paga EUR3.500 por mês e ajuda a cobrir as despesas de viagem se necessário.

Os candidatos devem ter excelente conhecimento de inglês escrito e falado. Conhecimento do alemão é uma vantagem, mas não é obrigatório.

As inscrições vão até 11 de junho.

Para mais informações: https://goo.gl/6BZKgg

Bolsa de viagem para Jornalistas e blogueiros na Alemanha

Jornalistas e blogueiros interessados ​​em avançar seus conhecimentos científicos podem se inscrever para participar de uma conferência na Alemanha.

A Falling Walls Foundation convida candidatos com pelo menos três anos de jornalismo profissional ou experiência em blogs sobre ciência.

Os bolsistas terão a oportunidade de visitar o Falling Walls Lab e participar da Conferência Falling Walls nos dias 8 e 9 de novembro em Berlim.

A bolsa cobre despesas de viagem, hotel, refeições e taxas da conferência.

As inscrições vão até 24 de junho.

Para mais informações: https://goo.gl/hHiRx4

Concurso para Jornalistas brasileiros

Jornalistas brasileiros que trabalham na mídia impressa ou digital podem concorrer.

A Sociedade de Engenheiros da Mobilidade, Sae Brasil, convida inscrições para o seu prêmio de jornalismo. O concurso pretende estimular a cobertura da tecnologia automotiva, aeroespacial, naval e ferroviária na imprensa brasileira.

Os artigos inscritos devem ter sido publicados entre  1° de março de 2017 a 1° de março de 2018.

Os vencedores de cada categoria receberão R$3.000. Há ainda quatro menções honrosas no valor de R$1.000 cada.

As inscrições vão até 2 de julho.

Para mais informações: https://goo.gl/AN6Re2

Bolsa de jornalismo em Nova York

Jornalistas com pelo menos cinco anos de experiência podem se candidatar a um programa de três meses em Nova York.

O McGraw Center for Business Journalism na Faculdade de Pós-Graduação de Jornalismo da City University de Nova York organiza um programa de bolsas para apoiar a cobertura detalhada sobre negócios e economia global. A bolsa oferece suporte editorial e financeiro para jornalistas que precisam de tempo e recursos para se dedicarem a matérias complexas e demoradas.

O programa aceita candidaturas para reportagens de texto, vídeo e áudio. Os bolsistas receberão US$5.000 por mês, durante três meses.

Jornalistas independentes, bem como repórteres e editores que trabalham em organizações de notícias, podem se inscrever. Jornalistas internacionais também são elegíveis desde que a reportagem seja concluída em inglês e direcionada a um veículo de comunicação americano.

O prazo de inscrição vai até 30 de junho.

Para mais informações: https://goo.gl/YcD3fu

Instituto aceita propostas de reportagens com de até R$ 10.000

O Instituto Patrícia Galvão, em parceira com a Abraji e a Global Health Strategies, lançou um edital que financiará matérias jornalísticas sobre aborto. Acredito que muitos de vocês saibam o quão importante é falar sobre esse tema e a dificuldade que é para achar fontes, dados, personagens, etc. Se você aceitar esse desafio, pode receber um financiamento de 10 mil reais para desenvolver a reportagem!

Edital: https://goo.gl/BpJzuq

Bolsa para Jornalistas produzirem matéria sobre crises

Elegibilidade: as bolsas de Persephone Miel estão abertas a todos os jornalistas, escritores, fotógrafos, produtores de rádio ou cineastas, jornalistas de pessoal, freelancers e profissionais de mídia fora dos EUA que estão buscando relatórios de seu país de origem. As mulheres jornalistas e jornalistas de países em desenvolvimento são fortemente encorajados a candidatar-se. Os candidatos devem ser proficientes em inglês.

O Centro Pulitzer sobre Relatórios de Crise fornecerá uma concessão de viagem de US $ 5000 para um projeto de relatório sobre temas e regiões de importância global, com ênfase em questões que não foram relatadas ou subestimadas na mídia convencional.

Infos: https://goo.gl/GGc4PC

Cursos gratuitos para aprender a usar ferramentas de dados

Organizações da sociedade civil, jornalistas e cidadãos podem aprender a usar ferramentas para ler e analisar dados em português.

A Escola de Dados oferece módulos acessíveis sobre os princípios básicos de trabalhar com dados, como solicitar dados para reportagem, raspagem e extração de dados, e dados em PDF.

Não é necessário efetuar inscrição para acessar os materiais online.

Mais informações: https://goo.gl/k6MEFc

Prêmio Nippon de Jornalismo

Os jornalistas que se inscreverem no Prêmio Nippon de Jornalismo terão a oportunidade de conhecer o Templo Fushimi Inari.

Ele é o principal dos 40 mil templos do Japão dedicados a Inari, deusa do arroz e da prosperidade.

Se você é ou tem um amigo jornalista, dê esta dica a ele e tenha a oportunidade de conhecer o país do sol nascente!

Informações: http://www.premionippon.com.br/

Cursos online grátis

O site Eu Posso Programar (http://www.eupossoprogramar.com/), da Microsoft, oferece cursos gratuitos básicos que ensinam a desenvolver páginas web e até aplicativos. O objetivo é proporcionar a integração de tecnologia e educação. O público-alvo são os jovens de 12 a 25 anos que moram na América Latina. Entretanto, qualquer pessoa de qualquer idade pode fazer os cursos.

Curso online para ser um jornalista independente

Jornalistas e estudantes podem se inscrever neste curso online.

O BRIO apresenta o curso “The Independent – Como virar uma máquina de pautas e publicar todas elas”, que pode ser realizado a qualquer hora e fornece recursos e estratégias para ser um jornalista independente.

O curso faz parte do pacote “Portas Abertas”, que custa R$49 e dá acesso ao banco de talentos da plataforma com vagas freelas e fixas.

Outro pacote, “Descoberta”, também fornece análise profissional completa e duas sessões de mentoria ao longo de seis meses com a equipe do BRIO. O valor é de R$479.

A organização lançou recentemente um programa de mentoria com jornalistas renomados, com custo de R$749 a R$1.999.

Para mais informações: https://goo.gl/JnhytR

Concurso de jornalismo investigativo

Jornalistas que publicaram seu trabalho em mídias de notícias latino-americanas ou caribenhas podem competir.

A organização Transparência Internacional e o Instituto Prensa y Sociedad organizam o Prêmio de Jornalismo Investigativo da Latino-Americano. O objetivo do prêmio é incentivar uma maior transparência no governo, empresas e meios de comunicação.

Reportagens investigativas sobre qualquer assunto de interesse público podem concorrer. As inscrições serão aceitas em inglês, espanhol ou português.

Reportagens impressas, online, de rádio e televisão são elegíveis, realizadas individualmente ou em equipes. As reportagens devem ter sido publicadas entre 1° de novembro de 2016 e 31 de agosto de 2017.

O primeiro colocado receberá US$10.000, e os segundo e terceiro colocados receberão US$5,000 cada um. Os autores das melhores reportagens de investigação também serão convidados para a Conferência de Jornalismo Investigativo Latino-Americano em novembro na Argentina.

As inscrições vão até 1° de outubro.

Informações: https://goo.gl/UdJtSM

Organização aceita propostas de reportagem paga

Mongabay busca pautas sobre agroflorestamento

Jornalistas podem enviar propostas a uma iniciativa de reportagem paga.

A Mongabay Reporting Network está aceitando pautas sobre agroflorestamento.

A iniciativa produzirá uma série de matérias que buscam promover uma melhor compreensão da escala, alcance e impacto dos sistemas agroflorestais a níveis local a global, com especial ênfase na implementação por parte de povos indígenas.

As pautas devem estar em inglês e ter 500 palavras.

A organização irá negociar os valores e contratos por cada matéria.

Para mais informações: https://goo.gl/D6q9v6

Fundos para reportagem de conflitos

Jornalistas em todo o mundo podem se inscrever para este programa perto de Londres.

A Fundação Thomson Reuters está oferecendo bolsas ao treinamento “Uncovering Security – Story Lab” (Descobrindo Segurança – Laboratório de Matérias), que tem como objetivo apoiar jornalistas para descobrir ameaças emergentes do mundo e trazer essas histórias para um público amplo.

O programa contará com um laboratório residencial de três dias em janeiro sobre situações de segurança emergente; a oportunidade de concorrer para pequenos fundos para cobrir o custo de reportagem; o acesso a jornalistas experientes que cobriram matérias de segurança; e apoio para propor pautas a plataformas internacionais de publicação.

Os candidatos devem ter pelo menos três anos de experiência em jornalismo e ser fluentes em inglês. Experiência cobrindo questões de segurança é uma vantagem.

Jornalistas devem apresentar uma ideia de pauta que se relaciona com uma situação de segurança emergente em uma comunidade específica, país ou região do mundo.

As inscrições vão até 4 de setembro.

Para mais informações: https://goo.gl/xkaMSP

Prêmio Synapsis de Jornalismo

Jornalistas profissionais podem concorrer a este prêmio.

O Prêmio Synapsis de Jornalismo, organizado pela Federação Brasileira de Hospitais (FBH), convida inscrições para sua terceira edição.

A competição oferece quatro prêmios nas categorias rádio, TV, impresso e internet a matérias que apontem de forma propositiva soluções, referências e reflexões para a melhoria da condição do sistema de saúde no Brasil.

Cada vencedor receberá R$10.000.

As inscrições vão até 30 de setembro.

Para mais informações: https://goo.gl/pm193k

Bolsas para estudos de mídia na Alemanha

Jovens profissionais de países em desenvolvimento podem solicitar uma bolsa para estudar na Alemanha.

O Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD, em alemão) apoia estudos de pós-graduação e treinamento em uma variedade de assuntos, incluindo estudos de mídia.

As instituições que oferecem estudos de mídia incluem a Universidade Leipzig, Universidade Bauhaus Weimar e Universidade de Ciências Aplicadas de Colônia.

Os candidatos devem ter completado seu diploma universitário nos últimos seis anos e ter pelo menos dois anos de experiência profissional relacionada.

O prazo varia por universidade.

Para mais informações: https://goo.gl/PkLp2x